Segue-nos
PUBLICIDADE

Big Brother

Recorde as principais polémicas que marcaram o Big Brother – Duplo Impacto

PUBLICIDADE

Com o Big Brother – Duplo Impacto a aproximar-se do fim, apresentamos as principais polémicas que marcaram esta edição…

Publicado

em

Big Brother/TVI

Ao fim de três meses de programa, o Big Brother – Duplo Impacto vai chegar ao fim este sábado, dia 27 de março, onde se irá coroar o vencedor desta edição. Nesse sentido, e em jeito de balanço, decidimos elencar as principais polémicas que marcaram esta edição do Big Brother, a terceira num espaço de cerca de um ano.

PUBLICIDADE

Além das trocas de acusações e das discussões entre concorrentes, assim como as críticas em torno dos comentadores e dos apresentadora, foram vários os momentos dentro e fora da casa que causaram grande tensão e polémica e em que os concorrentes e familiares não tiveram qualquer problema em expor algumas das “manhas” utilizadas pela Endemol, produtora responsável pela realização do Big Brother.

CONTACTO DOS CONCORRENTES COM O EXTERIOR/INTERFERÊNCIA DIRETA DOS FAMILIARES

Ao longo do programa, Gonçalo Quinaz e Bernardina foram os principais concorrentes que receberam visitas dos familiares e algumas ‘dicas’ do exterior, que acabaram por influenciar o seu percurso no jogo. Os concorrentes chegaram a ser chamados à atenção, mas nem sempre foram devidamente sancionados. Também Joana Diniz chegou a receber gritos do exterior e a produção permitiu que a concorrente ficasse a ouvir por alguns minutos. Pode ver aqui, aqui, aquiaqui.

CONTRATO PARA A FINAL

PUBLICIDADE

No dia 8 de março, numa ligação à casa no programa ‘Última Hora’, Bruno Savate insinuou que Sofia Sousa tinha assinado um contrato com a produção e que isso lhe garantia que esta ia direta à final do “Duplo Impacto”. Veja aqui.

EXPULSÃO DIRETA DE HÉLDER

No dia 28 de janeiro, o Big Brother tomou medidas drásticas ao expulsar diretamente Hélder for imitar por várias vezes a saudação nazi em algumas brincadeiras com os colegas. Veja aqui.

PUBLICIDADE

BRONCA ENTRE PIPOCA MAIS DOCE E TERESA SILVA

‘Pipoca Mais Doce’ e Teresa protagonizaram vários momentos de tensão na altura do Big Brother 2020, mas neste “Duplo Impacto” a confusão subiu de tom. Na gala de 31 de janeiro, Teresa esteve no bunker depois de desistir desta edição e desatou a ofender a comentadora, que chegou a ameaçar abandonar a gala e o programa caso a ex-concorrente não se retratasse. No momento derradeiro, Teresa recusou-se a pedir desculpas a Ana Garcia Martins e, como resultado, foi expulsa da gala e a sua participação no bunker não continuou. Veja aqui.

MICROFONE LIGADO/FALHA DE SEGURANÇA

No seguimento da expulsão de Helena Isabel na gala de dia 24 de janeiro, a emissão retomou após a gala no canal TVI Reality, mas em vez de ser ver a casa do Big Brother, assistiu-se a alguns minutos de conversa entre a jurista, Cláudio Ramos e Teresa Guilherme com o microfones ainda ligados e quando a emissão já tinha terminado. No que foi possível ouvir, os apresentadores revelaram alguns dos planos que estavam a ser pensados para o futuro do programa, inclusive no que toca à prestação de Bruno Savate e à intenção de colocar novos concorrentes para desestabilizar o nortenho. Veja aqui.

Já no dia 24 de março, uma intrusa foi “apanhada” em direto nas imediações da casa da Ericeira a vigiar atentamente os concorrentes enquanto estes apanhavam sol. Como resultado, a Endemol chamou a GNR e três pessoas foram identificadas como resultado deste percalço. Veja aqui.

PUBLICIDADE

INSULTOS PARA OS CONCORRENTES VINDOS DO EXTERIOR

Ao longo dos três meses de programas, vários foram os drones, os aviões e a presença de fãs e de familiares com a intenção de insultar alguns dos concorrentes. Veja aqui, aqui, aquiaqui.

ATAQUES DE CONCORRENTES A COMENTADORES

Na reta inicial do “Duplo Impacto”, concorrentes como Helena Isabel ou Joana Diniz, entre outros, teceram duras críticas à prestação de alguns comentadores do programa. A dada altura, Pedro Crispim foi duramente insultado através de um jogo, em que alguns concorrentes fizeram piadas sobre a orientação sexual do stylist. Veja aquiaqui.

PUBLICIDADE

DESRESPEITO DOS CONCORRENTES COM A PRODUÇÃO

Os concorrentes nem sempre foram corretos com a produção e, por várias vezes, insultaram e desrespeitaram as ordens do Big Brother, sendo que nem sempre foram devidamente sancionados por isso. Exemplos disso mesmo foram as conversas em código, não utilizar corretamente o microfone ou não se levantarem da cama às horas previstas, entre outros. Veja aqui, aqui, aquiaqui.

DEPRESSÃO DE BRUNO SAVATE

A determinada altura do jogo, alguns concorrentes como Teresa, Bernardina ou Sónia utilizaram o facto de Bruno Savate sofrer de uma depressão no seguimento da morte do seu gato como um motivo para tentarem picar o concorrente. Termos como “comprimido” e “xanax” geraram polémica fora do programa. Veja aquiaqui.

INSINUAÇÃO DE JOANA A GONÇALO QUINAZ

Durante a festa de dia 3 de março, Joana insinuou que Gonçalo Quinaz a tinha acusado que esta se vendia para estar com Bruno Savate em prol do jogo: “Não faço tréguas com quem me chama de pu*a“, disse a concorrente de Cascais. Esta afirmação causou polémica dentro e fora do jogo e o próprio Gonçalo Quinaz, assim como a sua família, fizeram questão de se defender desta acusação. Veja aquiaqui.

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING

PUBLICIDADE