Segue-nos
PUBLICIDADE

Televisão

Professor da “Máquina da Verdade” volta a criticar TVI e Fátima Lopes: “Dececionou-me muito…”

PUBLICIDADE

O espanhol voltou a lamentar a forma como foi tratado na sua saída da TVI…

Publicado

em

Por

Reproduções/Redes sociais

O poligrafista espanhol José Fernandez Landa, responsável pela rubrica “Máquina da Verdade” do programa “A Tarde é Sua”, conduzido por Fátima Lopes, recorreu às redes sociais em dezembro para deixar críticas à apresentadora, e à forma como foi conduzida a sua dispensa do canal.

PUBLICIDADE

“Depois de 9 anos trabalhando consigo na Máquina da Verdade você não quis despedir-se de nós, porquê? Nem você nem a produção do programa têm vergonha, são ingratos”, começou por explicar na altura o espanhol.

“Acho que depois de mais de quinhentos programas, minha filha e eu merecíamos algo mais!”, declarou ainda o responsável pela “Máquina da Verdade”.

Agora, em entrevista à revista TV7Dias, José Fernandez Landa voltou ao assunto, deixando novas críticas à TVI e a Fátima Lopes: “Em julho, a Coral propôs a realização do polígrafo para apoiar o Big Brother e nós recusámos ser instrumentalizados para encobrir as histórias falsas em que os reality shows se baseiam. Então houve uma rutura total, foram rudes e agressivos”, revela o “professor”.

Depois de revelar que na altura da sua saída não houve sequer uma palavra de Cristina Ferreira, o professor voltou a lembrar a desilusão que sentiu em relação a Fátima Lopes: “A Fátima dececionou-me muito. Lembro-me que, há alguns anos, quando teve uma das suas crises psicológicas, o que a levou a estar ausente mais de uma semana, decidi pedir o seu numero de telefone para lhe ligar e dar algum alento, mas a sua resposta foi: ‘Quem te deu o meu número?’. A partir desse momento fizemos mais de 300 programas, recebendo-me sempre com um sorriso que faz parte da sua imagem“, revelou o espanhol.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

TRENDING