Segue-nos

Famosos

Polémica! IRA revela novas imagens dos cães da ex-mulher de João Cabeleira: “Manipulação de imagens?”

As novas imagens, chocantes, mostram as condições em que os animais vivem…

Publicado

em

Por

IRA - Intervenção e Resgate Animal

A polémica em torno dos cães que estarão ao cuidado da ex-mulher do guitarrista dos Xutos e Pontapés, João Cabeleira, continua a dar que falar.

Depois de várias denúncias de alegados maus-tratos aos animais que foram publicadas nas redes sociais, o IRA – Invervenção e Resgate Animal, publicou hoje novas imagens captadas no local.

A organização recorreu à sua página no Facebook para publicar um video, e na legenda revela:

“Manipulação de imagens? – O IRA esteve lá e disse que estava tudo bem? – Os cães estão magros por serem velhotes?”, começa por explicar a organização.

Depois descreve o cenário encontrado: “Na outra parte da habitação, visível do exterior, encontra-se esta situação perturbadora em vários sentidos. Uma vez que esteve presente a Vet. Municipal em conjunto com o SEPNA, o IRA limitou-se a observar e a reunir mais elementos para formalizar a sua participação à Guarda Nacional Republicana”, relata o IRA.

Que conclui de seguida: “Não estão reunidas as condições de higiene ou bem-estar. Os animais apresentam uma condição corporal de magreza, desconhecendo o IRA o motivo para tal. Dadas as circunstâncias em que se apresentavam os dois espaços, é possível verificar que existe negligência. Este leão da Rodésia, macho, tem apenas 2 anos de idade segundo a sua detentora. Seguir-se-ão os procedimentos legais. O nosso agradecimento à patrulha do SEPNA e ao piquete do canil Municipal de Almada.”, conclui.

Veja o video:

De recordar que o músico, ex-marido de Ana Bastet, que detém os animais, veio desmentir as denúncias feitas nas redes sociais por várias organizações. Em declarações ao Correio da Manhã, o guitarrista afirmou:

Isso é uma série de malta que não tem nada que fazer (…). Na minha casa não falta nada, nem para os animais nem para as crianças. Estou indignado com isto. Essas pessoas deviam ser processadas por difamação…”.

.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING