Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

“Pipoca” mostra-se com ténis do Lidl, recebe crítica e dá resposta: “Só falta saber quanto é que o Lidl te pagou…”

PUBLICIDADE

Depois de elogiar a ação da marca, Ana Garcia Martins deu resposta às críticas…

Publicado

em

Por

Ana Garcia Martins | Instagram

A nova coleção de vestuário do LIDL tem causado furor um pouco por toda a europa. Os ténis com as cores a o logotipo do LIDL foram um dos fenómenos de vendas no verão, chegando a ser revendidos online por milhares de euros, e chegaram esta segunda-feira, dia 30 de novembro e Portugal.

PUBLICIDADE

Ana Garcia Martins recorreu às redes sociais para partilhar a sua opinião sobre o “frenezim” que a marca causou, e através do Instagram expôs o seu ponto de vista: “Quando, há uns dias, me chegou a casa um saco com uns ténis, umas meias e uma t-shirt do Lidl, fiquei a olhar para aquilo entre o “wtf???” e o fascinada”, começa por explicar.

“Como assim, uma colecção com a palavra LIDL espetada em todo o lado? Depois peguei no cartão que vinha a acompanhar os produtos e fiquei a saber que era uma linha inspirada na tendência da logomania e que estava a ser uma loucura no mundo inteiro. Fui à net ler mais sobre o assunto e confirmou-se: as peças estavam a esgotar à velocidade da luz, a ser postas à venda no e-Bay a preços obscenos, e a tornar-se um verdadeiro fenómeno”, declarou ainda a comentadora do Big Brother.

“Ontem a colecção chegou a Portugal e esgotou em minutos em muitas lojas. E eu tenho estado a pensar nisso. Por acaso não sou a maior fã de logotipos de marcas assim em txanan e em muito óbvio, mas acho incrível que o Lidl tenha conseguido fazer isto e acho que também diz muito sobre o sentido de humor das pessoas. Tipo, não dá para largar 500€ por uma t-shirt Gucci? Largo 4,99€ por uma LIDL e uso-a com o mesmo orgulho”, sublinha a “Pipoca Mais Doce.

“E, sobretudo, acho que há aqui uma importante mensagem implícita. É como se o mundo estivesse a esfregar na indústria do luxo que também se pode ser cool com uma linha low-cost saída da prateleira de um supermercado. E que somos nós, consumidores, a ditar o que pode ou não tornar-se um fenómeno, numa espécie de democratização da “coolzice”. Goste-se ou não, é do caraças que uma marca tão acessível tenha conseguido gerar todo este buzz. Standing ovation para o Lidl 👏🏻👏🏻👏🏻”, concluiu a blogger.

PUBLICIDADE

Na resposta ao post, Ana Garcia Martins deu resposta a algumas críticas: “É tudo muito bonito mas só falta saber quanto é que o lidl te pagou”, comentou um internauta. “Nada”, respondeu a comunicadora.

Mais à frente nova crítica: “Vamos resumir o teu pensamento. Quando as recebeste achaste aquilo que realmente elas sao:azeite total. Depois de leres na net que toda a gente as estava a usar em clara contra moda já passaram a ser excelentes!”. Ana Garcia Martins respondeu de forma pronta: “Não está a resumir o meu pensamento, está a resumir o seu. Ou isso ou tem só dificuldades ao nível da interpretação da língua portuguesa. Também acontece muito.”.

COMENTÁRIOS

TRENDING