Segue-nos

Vida

Pessoas que choram mais… São as MAIS FORTES!

Publicado

em

Pessoas que choram

Falemos sobre as pessoas choram muito. As emoções não são todas  iguais e nem todas encontram o mesmo grau de aceitação na nossa sociedade – mas há boas notícias para os chorões.

A tristeza, habitualmente, está catalogada como uma emoção negativa, as pessoas que choram muito sentem que esta  é uma emoção que se deve esconder e da qual deveríamos ter vergonha.

As expressões da tristeza, com os ombros caídos, o olhar triste e o choro, são consideradas sinais de debilidade e insegurança.

A nossa sociedade pressiona-nos para estarmos sempre felizes e alegres. Isso, por vezes, é tremendamente injusta.

É frequente e natural que o ser humano se entristeça – estigmatizar a tristeza só contribui para nos sentirmos pior e para pensarmos que não somos suficientemente fortes para aguentar os problemas nos irmos abaixo.

Pois… ficas a saber que as pessoas que choram mais  – são mais equilibradas emocionalmente!

Apresentamos-te os 5 motivos que justificam que as “Pessoas que choram mais… São as MAIS FORTES!”

1. Não há motivos para esconder a tristeza e faz mal reprimir emoções.

Só as pessoas seguras de si mesmas, com uma grande Inteligência Emocional, são capazes de reconhecer as suas emoções e expressá-las, mesmo que estas sejam consideradas “negativas”.

É necessário ter muita coragem para nadar contra a corrente e expressar quem realmente és ou como te sentes em cada momento.

Já o filósofo Séneca afirmava que “Não há maior motivo para chorar que não poder chorar“.

Manter a mente fria e reprimir as emoções tem um grande custo, não só para nossa saúde psicológica como também física.

Diversos estudos têm revelado que a repressão emocional representa um grande fator de risco para o desenvolvimento de doenças como asma, hipertensão e patologias cardíacas.

2. As lágrimas ajudam mudar a perspectiva

As lágrimas não são só “a água com que lavamos a alma” mas também nos ajudam a limpar os nossos olhos, permitir-nos ver as situações de outra perspectiva. ;)

As lágrimas fortalecem-nos e permitem-nos crescer.
Como dizia a poeta uruguaia Sara de Ibáñez: “Vou chorar sem pressa. Vou chorar até esquecer o choro e alcançar o sorriso”.

70% das pessoas afirmam que chorar é reconfortante e que o choro lhes  permite ver as situações de uma perspectiva mais positiva.

Quando acabamos de chorar, a nossa mente fica “mais limpa” e em poucos minutos somos capazes de analisar a situação por outro prisma.

Isto acontece porque as nossas emoções acabam por se equilibrar e a nossa mente racional fica preparada para entrar em ação.

3. O choro é terapêutico

O choro estimula a libertação de endorfinas no nosso cérebro, que nos ajudam a aliviar a dor e também fomentam um estado de relaxamento e paz?

É por isso que depois de chorarmos, nos sentimos muito melhor e mais relaxados.

Já foi mesmo comprovado que não é conveniente “cortar” o choro a meio, mas sim deixar que flua já que a primeira fase do choro só tem um efeito “ativador”.

Só na segunda fase do choro é que se produz um efeito “calmante” que reduz a frequência cardíaca e respiratória, propiciando um estado de relaxamento.

Por incrível que pareça, às vezes, o choro é mais benéfico que o riso.

Um estudo realizado na Universidade da Florida descobriu que o choro é profundamente terapêutico, sobretudo quando se une com um “remédio relacional”, ou seja, quando se aproxima outras pessoas e estas nos dão consolo. Também perceberam que o choro triste, esse que está destinado a criar novos vínculos depois de uma perda, tem um poder catártico.

4. Não ligar às expectativas sociais

As pessoas que não tem medo de chorar sentem-se muito mais livres e são capazes de se  expressarem sem estarem “presas” por convencionalismos sociais.

Estas pessoas não tem medo de decepcionar os outros nem de mostrar a sua suposta “debilidade”, porque sabem que na realidade chorar não tem qualquer tipo de implicações.

As pessoas que choram são mais verdadeiras e não querem usar máscaras só para corresponderem às expectativas sociais.

Essa autoconsciência leva essas pessoas a serem mais livres e a levarem uma vida de acordo suas próprias regras.

As pessoas que choram são verdadeiras “ativistas” que lutam por uma sociedade mais saudável emocionalmente onde as pessoas não se vêem obrigadas a esconder o que sentem.

5. Ligação emocional através das lágrimas

O choro é uma das expressões mais íntimas dos nossos sentimentos.

Quando choramos em frente a alguém, é como se estivéssemos a despir a nossa alma.

As lágrimas ajudam a criar uma ligação muito especial com os outros – é como se nos ligássemos diretamente através do nosso “eu” mais profundo.

Quando outra pessoa “aceita” essa nossa tristeza, sem tentar fugir dela ou resistindo a dar-nos falsas palavras de alento – simplesmente dando-nos apoio e mantendo-se ao nosso lado, cria-se uma ligação única.

Na verdade, uma das funções das lágrimas é precisamente a de pedir ajuda, mesmo que seja de maneira indireta, mostrando z nossa impotência, para que alguém se acerque e nos conforte.

Portanto, o choro e a tristeza não devem ser percebidos como um sinal de debilidade, senão como um sinal de fortaleza interna e atenção plena. Não choramos porque sejamos débeis ou incapazes, senão porque estamos vivos e não nos envergonhamos de expressar o que sentimos.

Este texto não exprime nenhum tipo de ideologia.

Decidimos apenas fazer a compilação e apresentação de conhecimento sob a forma de um artigo.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING