Animais

Papás macacos têm reacção emotiva quando revêm o seu filhote, desaparecido há 3 semanas

A família de Pearce pensou que, provavelmente, nunca mais o iria ver. Mas, quando o pequeno macaco, regressou para os seus braços, não conseguiram conter tamanha felicidade! Enrolaram os braços em torno dele, e não o largaram, por um longo período de tempo…

No mês passado, um estudante da escola Kingsway High Schoole, em Amanzimtoti, na África do Sul, viu um macaco Vervet a precisar de ajuda – tinha magoado a perna gravemente, provavelmente a tentar soltar-se de algum lugar com arame farpado…

O estudante, contactou a organização de resgate Umsizi Vervet Rescue Center, gerida por Tracy Rowles, e um grupo de voluntários socorreu o pequeno macaco o mais rápido que conseguiu! Mas apanhar o Pearce não tarefa fácil.

“Tentámos durante três horas, mas a mãe – superprotetora, não deixava que nos aproximássemos o suficiente para o conseguirmos agarrar à mão”. Refere Nigel Wright, um dos voluntários, ao The Dodo, acrescentando: “Voltámos no dia seguinte com uma gaiola de metal, que usamos quando queremos capturar um macaco ferido.”

A equipa de voluntários colocou alguma comida dentro da gaiola e, num espaço de dez minutos, Pearce estava capturado. A família, ficou furiosa e, provavelmente, a pensar que a equipa de voluntários queria magoá-lo!

Apesar do perigo eminente, a equipa de voluntários conseguiu sedar Pearce, embrulhá-lo numa manta quente e levá-lo até ao veterinário, onde levou dez pontos!

Quando, três semanas depois, Pearce tirou, finalmente, os pontos, estava na altura de regressar a casa! Mas encontrar a família de Pearce não foi fácil! Os macacos fazem muitos quilómetros por dia e estes não eram exceção.

“Quando estávamos prontos a desistir, naquele dia, vimos três corpos cinzentos, no campo de jogos da escola… Fomos até lá, atravessámos o campo, e fomos contemplados com 30 macacos muito agitados…

“O Pearce mostrou-nos que estava feliz e que era, de facto, a família dele. Ele reagiu quando a mãe o chamou e quando se colocou às voltas, em torno da sua gaiola. Se não fosse a sua família, ele teria, simplesmente, ignorado”, explica Nigel.

“No vídeo, é possível ver-se o macaco, grande, junto da mãe, abraçar Pearce. A mãe, toca no braço do pai, quase a acalmá-lo e a dizer: ‘O nosso filho está de volta!’ Este regresso tornou a nossa missão tão mais valiosa!”

Nos últimos 11 anos, a organização de resgate Umsizi Vervet Rescue Center já salvou a vida a centenas de macacos Vervet, muitos deles atropelados por carros ou feridos por balas. Queres ajudar a organização?

Podes fazer uma doação aqui.

COMENTÁRIOS

To Top