Segue-nos

Familia

Pai partilha aviso doloroso sobre pilhas, depois de a sua filha ter morrido sem sintomas

Publicado

em

Como pais, sabemos quase tudo sobre os perigos de asfixia com objetos pequenos, mas depois de a filha de dois anos ter morrido sem praticamente nenhum sintoma, este pai, chamado George Asan, quis fazer um vídeo onde avisa outros pais sobre as pilhas de relógio, tão comuns em brinquedos.

No vídeo, doloroso, que fez com o Children Accident Prevention Trust (CAPT) , Asan conta que depois de a sua filha, Francesca, ter engolido uma pequena pilha, ela não sufocou. Na verdade, no exterior, Asan diz que não havia sinais de que qualquer coisa estivesse errada com ela, mas, por dentro, a bateria começou a corroer quando entrou em contato com o fluido gástrico de Francesca, causando sangramento interno, o que eventualmente resultou na sua morte.

“É muito difícil para mim falar sobre a Francesca. Sinto-me culpado. Infelizmente, não vimos nada de errado, nenhuns sinais”, disse George no video. “Nós descobrimos que era uma pilha de relógio, e imediatamente fui ao armário onde tinhamos os óculos 3D. Era uma das baterias suplentes, da caixa original dos óculos, que estava noutra caixa”.

Como conta o Popsugar, estas baterias são mais comuns do que parece. Eles são encontrados em aparelhos de audição, relógios, cartões de saudação musicais, controles remotos, brinquedos e mais: muitas vezes os produtos incluem uma bateria suplente na embalagem, tornando ainda mais fácil para as crianças pequenas as apanharem.

De acordo com o Children’s Hospital of Philadelphia , mais de 3.400 crianças engoliram este tipo de baterias em 2010.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING