Segue-nos

Animais

Pai foi obrigado a matar cão da família, que atacou a filha bebé de 1 ano de idade

Publicado

em

O pai de uma menina bebé, de 1 ano de idade, foi forçado a matar um cão de raça pitbull, o animal de estimação da família, para impedir que ele matasse a criança depois de a ter atacado, como conta a revista People.

Pouco antes das 9 horas de domingo, a polícia de Falmouth, Massachusetts, em Cape Cod, recebeu uma chamada do 112 com uma pessoa que informou que uma menina de 1 ano tinha sido atacada pelo cão da família, disse o Departamento de Polícia Falmouth em comunicado.

Segundo os relatos da família, a criança estava a brincar na cozinha, com o pai nas proximidades, quando o cão atacou a criança.

O cachorro, que a família tinha consigo há cinco anos, e sempre sem incidentes, “mordeu-a no rosto causando um grande trauma”, deixando-a com ferimentos que lhe ameaçaram a vida, diz a polícia.

Pixabay

“O pai tentou imediatamente separar o cachorro da criança”, diz o comunicado.

Quando não o conseguiu afastar, pegou numa pistola de uma sala adjacente. “Quando percebeu que não estava carregada, pegou uma faca e começou a apunhalar o animal para proteger a criança”.

O cachorro não resistiu aos ferimentos.

Após o ataque, a menina foi transportada para o Hospital Falmouth, e depois para um hospital da área de Boston por helicóptero. A criança está em estado considerado grave, revelou uma porta-voz do Hospital de Boston.

Confere aqui a reportagem da revista People.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING