Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

“Os ratos comeram…”: Polícia justifica desaparecimento de 500kg de droga

PUBLICIDADE

Publicado

em

A polícia de Buenos Aires, na Argentina, tem um problema em mãos que envolve ratos e droga.

PUBLICIDADE

Em abril de 2017, depois de uma troca de comando na delegacia de Pilar, o polícia que assumiu o cargo, Emilio Portero, descobriu uma inconsistência no relatório de seu antecessor, Javier Specia, relativo ao armazém que guarda a droga apreendida pelas autoridades.

Depois de um inventário, o oficial foi ao depósito e percebeu que, das 6 toneladas de marijuana apreendidas, e já separadas para incineração, que constavam do relatório, só estavam armazenadas 5,46 toneladas.

Faltavam 540 quilos. A denúncia foi feita, e confirmada, depois de um segundo inventário, feito pela divisão de Assuntos Internos da polícia.

O Ministério da Segurança também entrou no caso, numa investigação paralela.

PUBLICIDADE

Os três oficiais responsáveis, que foram ouvidos na investigação desculparam-se desta maneira: a droga “foi comida pelos ratos”.

Segundo apurou o jornal El Patagónico, a inspeção acabou com a versão “criativa” dos oficiais.

PUBLICIDADE

No relatório enviado no inicio deste mês, a Justiça informa que ouviu “especialistas” e chegou à conclusão de que “era muito improvável os ratos comerem a droga porque, se isso tivesse acontecido, os ratos teriam morrido e nenhuma carcaça destes animais foi encontrada no local”.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING