Segue-nos
PUBLICIDADE

Familia

Ofereceu cigarro a sem-abrigo, e descobriu que era o irmão que não via há 20 anos

PUBLICIDADE

Aconteceu tudo no pátio de uma igreja, no Reino Unido. Os dois irmãos não se viam já 20 anos…

Publicado

em

Por

Roy Aspinall e Billy White são os irmãos de que te falamos. À saída de uma igreja em Wigan, na região de Manchester, no Reino Unido, quis o destino que se encontrassem!

PUBLICIDADE

Mas, na verdade, foram as parecenças físicas evidentes e o ar “familiar”, que fizeram com que Roy, um soldado britânico na reserva com 36 anos, se aproximasse daquele que lhe parecia um sem abrigo, oferecendo-lhe um cigarro.

Em entrevista à BBC, Billy explica que “ele começou a perguntar-me várias coisas: qual era o meu nome, quem era a minha irmã… Até ao momento em que disse: ‘Sou o Roy Aspinall. A tua mãe é a minha mãe e nós somos irmãos.”

Reprodução | Facebook

Lorraine White é a razão que os une. Roy e Billy são ambos filhos de Lorraine, mas, por questões familiares, nunca cresceram juntos. Roy terá sido criado por uma tia, sem ter, nunca, conhecido todos os seus irmãos.

PUBLICIDADE

Billy não teve a mesma sorte. Foi entregue aos cuidados do serviço social britânico, depois ter completado 10 anos de idade. Vivia na rua há oito meses.

“É como se nunca nos tivéssemos separado. Ver os meus traços faciais na cara de outra pessoa é algo que nunca me tinha acontecido.”, confessa Roy à BBC.

Reprodução | Facebook

PUBLICIDADE

Billy está, agora, em casa do irmão mais velho, Roy, juntamente com os seus seis recentes sobrinhos e conseguiu, inclusive, arranjar emprego como motorista assistente de uma empresa. A mudança de vida, agradece-a ao irmão: “A minha vida mudou quando o Roy me encontrou. Hoje, ele cuida de mim como um irmão mais velho”, explica.

Em jeito de brincadeira, os dois irmãos, confessaram, ainda, o que os une, numa altura em que os dois estão em fase de descoberta mútua: “Pensava ser o único na família que bebia café. Mas, quando perguntei o que ele queria beber, ele disse café com leite e dois cubos de açúcar, que é exatamente como eu bebo. Ambos temos covinhas.

Não paramos de conversar o tempo todo. E agora temos o resto das nossas vidas para nos conhecer”, refere Billy.

Vê a entrevista completa aqui.

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING