Segue-nos

Big Brother

Nuno Homem de Sá ‘quebra silêncio’ sobre polémica no Big Brother: “Pensei ‘estão a abusar de nós’…”

PUBLICIDADE

Nuno Homem de Sá revelou o que se passou na madrugada antes da última gala do Big Brother…

Publicado

em

Nuno Homem de Sá ‘quebra silêncio’ sobre polémica no Big Brother: “Pensei ‘estão a abusar de nós’…”
Reprodução/Redes sociais

Nuno Homem de Sá foi o primeiro concorrente a abandonar o Big Brother 2022 ao obter 56% da votação no frente a frente com Cátia Basílio. Antes de anunciada a decisão por Cristina Ferreira, o ator esteve envolvido em polémica por ter faltado ao respeito aos colegas e à produção do reality show.

Recorde aqui: Big Brother revela imagens do ‘barraco’ com Nuno Homem de Sá e anuncia sanção

PUBLICIDADE

No seguimento da polémica que protagonizou, sendo que acabou por expor a produção em direto ao revelar o ‘acordo’ que a produção terá feito consigo, Nuno Homem de Sá falou pela primeira vez sobre o episódio durante a conversa com Maria Botelho Moniz no programa ‘Goucha’ desta segunda-feira, dia 19 de setembro.

Como se viu nas imagens de abertura da gala passada, se eu dormir pouco durante vários dias aquilo começa-me a afetar e qualquer coisa pode ser o gatilho. Eu aguento tudo, menos a privação de sono. Dormir três/quatro horas por noite para mim não dá e, cinco dias depois, já estou num estado… Nunca chorei tanto num reality como este, olhava para a Frederica e caía-me as lágrimas todas“, começou por confessar.

Neste sentido, o ator adiantou o que realmente se passou na madrugada do último domingo no momento em que os concorrentes preparavam para dormir: “Houve uma situação que foi inédita para mim em que não nos apagavam as luzes à noite para dormir e eu fui ao quarto do lado que tinha a luz apagada. Estivemos hora e meia a pedir ao Big para apagar as luzes, já tínhamos o quarto praticamente cheio“.

PUBLICIDADE

Face à passividade da produção do reality show, Nuno Homem de Sá procurou resolver a situação que o incomodou: “Foi uma cena inédita, pensei ‘estão a abusar de nós’, a minha dignidade está magoada, eu como profissional não posso permitir que os outros não o sejam num contexto de trabalho. Dei um murro na mesa, estrebuchei, fui ao confessionário, mandei vir, pedi para falar, voltei para dentro, disse a toda a gente o que achava, falei para as câmaras, exaltei-me, acho que não cheguei a chamar impropérios a ninguém em particular, mas estava tão indignado que aconteceu. Saiu-me mal, não gostei do que vi“.

Veja o vídeo aqui.

Licenciado em Comunicação e Media e Mestre em Jornalismo e Comunicação, escrevo sobre televisão, reality shows, famosos e entretenimento...

COMENTÁRIOS

TRENDING

v