Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

“Nunca me irão calar”: Pedro Teixeira manifesta-se contra o preconceito e homofobia

PUBLICIDADE

Pedro Teixeira deixou clara a sua posição, depois de Portugal não ter assinado a carta sobre os direitos LGBT na Hungria…

Publicado

em

Pedro Teixeira/Instagram

As últimas horas têm sido marcadas pelo facto de Portugal não ter assinado a carta sobre os direitos LGBT na Hungria e que foi assinada por 13 Estados-membros da União Europeia: “Não assinei o documento porque assumimos atualmente a presidência e temos um dever de neutralidade“, afirmou Ana Paula Zacarias, secretária de Estados dos Assuntos Europeus.

PUBLICIDADE

A carta em si, que Portugal não assinou, mostrava-se contra a decisão do parlamento da Hungria, que aprovou no dia 15 de junho uma legislação que proíbe a divulgação de qualquer tipo de conteúdo da comunidade LGBTQ+ a menores de 18 anos.

As reações à notícia têm-se feito sentir e Pedro Teixeira foi uma das figuras públicas que utilizou as redes sociais para partilhar a sua opinião: “Infelizmente ainda é necessário falar, falar e voltar a falar sobre direitos e liberdades individuais. Nunca me irão calar, nunca nos deveremos calar sobre este tema“, escreveu.

Enquanto pai, preciso que os meus filhos crescam num mundo onde nos aceitamos uns aos outros, onde o amor será sempre a prioridade. Aproveito para dizer que não há espaço nesta página para intolerância e falta de empatia. Viva o Amor ❤️🌈“, acrescentou o ator.

PUBLICIDADE

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING