Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Nostálgico, António Raminhos lembra mãe e revela: “Fiz questão de lhe dizer que a amava”

PUBLICIDADE

António Raminhos admitiu em direto: “Eu chorei muito duas vezes na minha vida: quando nasceu a minha primeira filha e quando a minha mãe morreu”…

Publicado

em

SIC/Site

António Raminhos esteve esta segunda-feira, 12 de outubro, no programa “Júlia”, à conversa com Júlia Pinheiro.

PUBLICIDADE

O humorista falou sobre vários assuntos da sua vida pessoal, nomeadamente a morte da mãe, que partiu precisamente há quatro anos, vítima de cancro.

António Raminhos começou por recordar que, aquando do nascimento da terceira filha- Maria Leonor- a mãe estava em fase terminal:

“Quando ela nasceu, a minha mãe ainda estava me casa, depois é que foi para os cuidados paliativos… por acaso faz hoje anos que morreu a minha mãe”, revelou.

Num tom mais sério e nostálgico, o humorista referiu que perder a mãe “é o abismo”, fazendo depois uma revelação:

PUBLICIDADE

“Eu chorei muito duas vezes na minha vida que foi quando nasceu a minha primeira filha e quando a minha mãe morreu… chorava muito quando ia ver a minha mãe aos cuidados paliativos…”, contou.

Partilhou também que, no período de tempo em que a mãe estava internada, continuou sempre a fazer os espectáculos, à excepção de uma única vez.

No final da conversa, António Raminhos confessou que fez questão de dizer à progenitora o quanto a ama e que é esse ensinamento que passa às filhas:

PUBLICIDADE

“É a lição que que eu faço questão de dizer às minhas filhas, que é nunca deixem nada por dizer (…) e eu fiz questão de quando a minha mãe ainda estava lúcida de sentar a minha mãe e o meu pai de lhes dizer…que gosto muito deles e que os amo muito e disse isto a chorar (…)”.

Vê o momento aqui.

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING