Familia

Nasceu com 340 gramas, lutou 5 meses no hospital, e já teve alta

Este pode ser um dos bebes mais pequenos alguma vez nascidos. Ariana Sophia Cruz-Gutierrez nasceu prematura, no dia 9 de março, com apenas 340 gramas.

Suzanne Rindfleisch, responsável da Unidade de Cuidaos Intensivos Neonatais do hospital Arundel Medical Center afirma que esta é a bebe mais pequena nascida num hospital e a sobreviver.

Quatro semanas depois de ter nascido no Centro de Cuidados Intensivos Neonatais do Anne Arundel Medical Center, em Maryland, nos Estados Unidos, Ariana Sophia Cruz-Gutierrez, o bebe mais pequeno alguma vez nascido naquele centro médico, vai, finalmente, para casa.

Ariana nasceu com apenas 340 gramas, a 9 de março. A mãe, Claudia Cruz, de 31, de Annapolis, estava grávida de apenas 24 semanas. Um problema de hipertensão gestacional conduziu à tomada de decisão de indução do parto. A pressão alta gerada pela gravidez é uma das principais causas de nascimento de bebés prematuros.

Ariana não respirava quando nasceu. Antes do nascimento, os pais foram avisados que a bebé poderia morrer. Em declarações ao jornal Capital Gazette, o pai, Oscar Gutierrez, afirma que “a bebe podia ter morrido, mas com a ajuda de Deus e toda a equipa médica, ela está bem…”. Em declarações ao mesmo jornal, Suzanne Rindfleisch acrescenta: “Ela foi a nossa menor sobrevivente”.

O peso de Ariana subiu cerca de 230 gramas, surpreendentemente, depois do nascimento. Quase a completar os 5 meses, Ariana tem um peso de 1,800 kg, aproximadamente.

Suzanne Rindfleisch trabalha há 24 anos no hospital e afirma que a Ariana é o bebe mais pequeno algum dia a sobreviver num centro médico.

Ariana, entretanto, terá de voltar ao hospital para realizar check-ups com regularidade e para sessões de fisioterapia.

Por enquanto, não há como prever se a bebé terá problemas um dia mais tarde. Segundo a equipa médica do hospital, algumas disfunções intelectuais ou físicas só serão visíveis depois de 18 meses e outras só depois de Ariana atingir a idade escolar.

COMENTÁRIOS

To Top