Segue-nos

Mundo

Mulher com trissomia 21 expulsa de evento por “poder assustar” assistentes

Publicado

em

Mulher com trissomia 21 expulsa de evento por “poder assustar” assistentes

Julia Leal, uma mulher de 49 anos, portadora de trissomia 21, foi convidada a participar num evento comercial, num hotel em Cuenca, Espanha.

A três irmãs participaram no evento, mas tiveram uma surpresa muito desagradável:

“Quando eles viram a minha irmã, vieram até nós upara nos dizer que ela não poderia estar lá, porque iria assustar as pessoas”, confessou Ascensión Leal, uma das irmãs, ao Hoy digital.

As três irmãs, e muitos dos que participaram no evento decidiram sair em solidariedade. Pouco depois, o Comite de Representantes de Pessoas com Deficiência de Castilla-La Mancha (CERMI CLM), lamentou e condenou os acontecimentos, denunciados pela Ascensión Leal.

Como conta o jornal La Vanguardia, a versão da família refere que um funcionário da empresa de saúde e bem-estar, MediSalud, as convidou a abandonar o local.

No entanto, a MediSalud nega esta versão, garantindo que foram as irmãs de Julia que foram expulsas.

“Elas chegaram pouco antes do início do evento, e recurasaram sentar-se na primeira fila, onde estavam os únicos lugares disponíveis. Depois, exigiram que fosse dado um smartphone a cada uma delas”, disse ao La Vanguardia Jorge Díaz, advogado e porta-voz da empresa.

A presença no evento era feita unicamente através de convite, sendo que cada pessoa podia levar um acompanhante. Havia a possibilidade de ganhar um smartphone no final do evento.

“Elas queriam um telemóvel para cada uma, antes mesmo do evento começar. Quando lhes foi explicado que não era esse o procedimento, sentiram-se ofendidas e gritaram, incomodando todos os presentes”.

Apaixonado por rádio, notícias e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

COMENTÁRIOS

TRENDING