Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Milhares formaram fila em Hospital para doar medula a menina de 6 anos

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

Em Tatuí, no interior de São Paulo,  no Brasil, Júlia Abrame de Oliveira, com apenas 6 anos, foi diagnosticada com leucemia em 2013.

PUBLICIDADE

Com o objetivo de verificarem a viabilidade de doação de medula óssea, cerca de 16 mil pessoas compareceram no hospital para poderem ajudar a menina.

Júlia foi diagnosticada com apenas 2 anos e prosseguiu, desde então, com um tratamento de quimioterapia. A menina precisa agora do transplante de medula óssea para continuar com a quimioterapia e para iniciar um tratamento de radioterapia, depois de descobrir que nem a irmã nem a mãe são dadoras compatíveis, segundo conta o jornal Globo.

A multidão que se juntou à porta do Centro Médico de Especialidades Médicas (Cemem), no passado sábado foi organizada por uma amiga de Adriana Cristina Delalori Abrame de Oliveira, mãe de Júlia, que é enfermeira e se sensibilizou com a história.

PUBLICIDADE

O número de possíveis dadores superou as expetativas e a mãe ficou profundamente agradecida, conforme confessa, em declarações ao site Globo: “com tanto amor e carinho das pessoas que se mobilizaram para ajudar uma criança, que muitos nem conhecem, mas deixaram de lado os seus afazeres e enfrentaram uma fila para enorme.

Além dessas pessoas, recebi mensagem de outros estados e até da Argentina e do Dubai, a dizer que querem ajudar a Júlia. “Eu só tenho que agradecer“.

Do total de possíveis dadores, 400 foram dispensados por falta de kits para recolha de sangue.

PUBLICIDADE

O sangue dos dadores irá, agora, para um laboratório que prosseguirá com os procedimentos necessários para inserir os voluntários na lista nacional de dadores. A mãe de Júlia acredita que no espaço de uma semana os resultados estarão disponíveis.

Júlia está esperançosa de que tudo correrá pelo melhor…

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING