Segue-nos
PUBLICIDADE

Familia

Menino de 9 anos que pediu postais, para antecipar o Natal, morreu no domingo

PUBLICIDADE

O menino de apenas 9 anos queria celebrar o Natal uma última vez, e dezenas de milhares das pessoas ajudaram a fazer isso acontecer…

Publicado

em

Quase um mês depois de o seu pedido de cartões de Natal ter ficado viral, e ter emocionado pessoas em todo o mundo, Jacob Thompson faleceu no domingo 19 de novembro.

PUBLICIDADE

O menino de apenas 9 anos queria celebrar o Natal uma última vez, e dezenas de milhares das pessoas ajudaram a fazer isso acontecer.

O menino recebeu milhares de postais através do correio, bem como várias visitas do Pai Natal, da equipe de hóquei da Universidade do Maine e, talvez o mais especial de todos, um grupo de pinguins do Mystic Aquarium.

Jacob amava os pinguins mais do que qualquer outra coisa, e passou pelo lema “viver a vida como um pinguim”. O seu doce pedido inspirou pessoas em todo o mundo.

PUBLICIDADE

Como sua família esperava, Thompson não viveu o suficiente para celebrar o Natal, uma época que ele amava. Mas antes da sua morte, milhares de estranhos, inspirados pela história do menino de Maine, terminalmente doente, trouxeram-lhe um Natal antecipado.

Jacob e sua família celebraram o Natal a 12 de novembro. Ele morreu uma semana depois.

PUBLICIDADE

“Cada pessoa que enviou a Jacob um cartão de Natal, um presente, uma mensagem, um vídeo do Facebook, ou uma oração, fez uma diferença nos últimos dias de sua vida”, escreveu sua família em uma página no Facebook.

“Vocês trouxeram alegria ao Jacob, e trouxeram otimismo para o futuro. Obrigado por gastarem o vosso o tempo e interessar-se na viagem do nosso doce menino. Infelizmente, há muitos outros como ele que esperamos que vocês continuem a ajudar”.

O diagnóstico de neuroblastoma – o mais frequente tumor congénito e o mais frequente tumor durante o primeiro ano de vida – surgiu aos 5 anos.

Jacob Thompson foi internado no hospital pediátrico Barbara Bush no passado dia 11 de outubro, e a notícia pior veio: os médicos indicaram à família que o tumor tinha alastrado e a criança só teria, provavelmente, mais um mês de vida.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING