Segue-nos

Familia

Menina de 5 anos, com doença no coração, “casou-se” com a sua “paixão” da escola

Quando Kristy Somerset-Chiappalone, mãe de Sophia, contou o desejo à mãe de Hunter, Tracy Laferriere, Tracy contou ao filho, que rapidamente concordou em vestir o fato de noivo e realizar o desejo de Sophie…

Publicado

em

“Esta pode ser a única vez que vejo a minha menina num vestido de noiva”, diz a mãe.

Sophia Chiappalone, de 5 anos, nasceu com uma deficiência no coração que a fez, até agora, ser submetida a três operações.

Em meados de novembro será submetida a outra, mas, antes disso acontecer, disse à mãe que queria casar com a sua paixão da escola, Hunter Laferriere, de seis anos.

Quando Kristy Somerset-Chiappalone, mãe de Sophia, contou o desejo à mãe de Hunter, Tracy Laferriere, Tracy contou ao filho, que rapidamente concordou em vestir o fato de noivo e realizar o desejo de Sophie.

“Ela faz qualquer coisa para a ver feliz. Ela concorda sempre em jogar Super Mario com ele, portanto, acho que ele facilmente irá casar com ela! Eles têm uma química magnífica, é adorável ver!”, refere Tracy, em declarações ao site goodhousekeeping.com.

Tracy pediu, então, à sua melhor amiga e fotógrafa Marisa Balletti-Lavoie, da empresa Sassy Mouth Photography, e a sessão de fotografias foi feita a 23 de outubro passado.

“Eu chorei, ao ver a minha filha vestir-se e preparar-se para tirar as fotografias…”, refere Kristy Somerset-Chiappalone, acrescentando:

“Estava aterrorizada, como em tentas outras datas importantes e em tantos outros eventos, de pensar que talvez fosse a única vez que fosse ver a minha menina num vestido de noiva. Estava com medo que o sue tempo esgotasse antes que esse dia dia chegasse…”

Kristy adianta que o problema da filha está relacionado com o defeito do coração que não permite que haja ligação entre o coração e as artérias pulmonares, o que é essencial para o sangue consiga fluir para os pulmões. Dias depois de Sophie nascer, foi de imediato submetida a uma cirurgia de coração aberto.

Pela vida fora, Sohie precisará de ser submetida a muitas mais.

Apesar da esperança de vida de Sophie ser desconhecida, os médicos acreditam que ela sofre do Síndrome de DiGeorge – uma doença rara causada por um defeito congénito no timo, nas glândulas paratireoides e na aorta, que pode ser diagnosticada durante ainda durante a gestação. Isto é, trata-se de uma alteração de cromossomas, afetando o desenvolvimento dos sistemas corporais, provocando deficiências cardíacas e uma pobre função auto-imune, de acordo com a MayoClinic.org .

O sistema auto-imune de Sphie é, de tal forma fraco, que, por vezes, fica muito fragilizada e débil, segundo conta a mãe, Kristy, que toma conta da filha a tempo inteiro. Os pais divorciaram-se há uns e, hoje, o pai vive a cerca de 7 horas de distância de Sophie, da mãe e das duas irmãs, em Connecticut.

Uma página de GoFundMe foi, entretanto, criada, de forma a cobrir os custos médicos.

Por estar a sofrer de falhar do funcionamento pulmonar, Sophie será submetida a nova intervenção cirúrgica em novembro, no Boston Children’s Medical Center.

Esperançosamente, o seu forte coração e o novo ‘marido’ estarão lá para enfrentar tudo e todos!

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING