Segue-nos

Mundo

Menina de 2 anos, desaparecida em Espanha, foi encontrada abraçada ao cão na montanha

“Se não fosse o cão, não a encontraríamos tão depressa…”

Publicado

em

Uma menina de apenas dois anos, chamada Emma, passou sete horas desaparecida, ontem, nas montanhas de Gredos, Espanha, até que foi descoberta ao amanhecer, a dormir e abraçada ao seu cachorro chamado Kie, a quatro quilómetros de onde ela foi vista pela última vez.

Um sapato da menina, e os latidos do cão foram a chave para localizá-la. Ela estava “enrolada, tremendo e abraçando o seu cachorro”, mas “calma”, dizem os agentes da Guardia Civil que a encontraram.

De acordo com as autoridades, a menina saiu na tarde de segunda-feira para dar um passeio com o pai e o animal de estimação, quando o homem os perdeu de vista quando voltavam para casa, na pequena localidade de Gil-García (Ávila).

A família alertou o 112, que recebeu o aviso. Os agentes começaram a procurá-la juntamente com os pais, pessoal da Proteção Civil, membros da Seprona, e voluntários da região.

Como conta o El Pais, depois de sete horas de buscas, membros da equipe de resgate ouviram o latido do animal de estimação da menina, em resposta ao latido dos cães de resgate. Eles seguiram o som, e acharam a criança, ao lado de algumas árvores. Ela estava a dormir envolvida pelo animal.

Foi o chefe do sargento do Grupo Especial de Salvação da Guarda Civil de Avila, Jorge Lopez, que a localizou pouco antes das duas da manhã, quando estava com outro agente e três voluntários com um cão numa zona íngreme.

Enma estava “enrolada, tremendo e abraçando seu cachorro”, disse o sargento a Avila Red , que a colocou nos seus braços.

“Ela estava calma, e tinha apenas alguns arranhões”, acrescentou Lopez .

“Se não fosse o cão, não a encontrariamos tão depressa”, disse um membro do grupo de Proteção Civil de El Barco de Ávila, Ricardo Salinas , à agência de notícias Ical.

 

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING