Segue-nos

Realeza

Membros da realeza pagam ‘renda’ a Isabel II. Saiba quanto e quem são os privilegiados isentos

PUBLICIDADE

É preciso um contrato para residir nas propriedades da rainha.

Publicado

em

Membros da realeza pagam ‘renda’ a Isabel II. Saiba quanto e quem são os privilegiados isentos
Casa Real

A família real britânica detém uma vasta lista de propriedades, entre palácios e castelos, que servem as necessidades dos seus membros. A maioria pertence à rainha Isabel II, a grande soberana, e para lá residir é preciso pagar uma ‘renda’.

Alguns membros da família têm o privilégio de estarem isentos desta obrigação, sendo eles os príncipes Carlos e William, os herdeiros ao trono, e as respetivas companheiras, Camilla e Kate Middleton. Já os príncipes André e Eduardo – os filhos mais novos de Isabel II – têm contratos de arrendamento.

PUBLICIDADE

O príncipe André, por exemplo, reside na Royal Lodge com a ex-mulher, Sarah Fergunson, e pagou em 2003 cerca de um milhão de libras (1,2 milhões de euros) por um contrato de arrendamento de 75 anos, nota a Vanitatis num artigo publicado esta segunda-feira, 8 de agosto.

No caso de Eduardo e da mulher, Sophie, foram pagos 5 milhões de libras (quase 6 milhões de euros) por um arrendamento de 150 anos. Já à princesa Ana, a residência Gatcmbe Park, onde vive com o marido, Timothy Laurence, foi-lhe oferecida como presente de casamento.

À exceção dos membros herdeiros, todos os familiares da rainha que queiram usufruir das residências reais têm fazer um contrato com a The Crown Estate, a empresa responsável por gerir o património imobiliário da coroa britânica.

PUBLICIDADE

 

 

Licenciada em Comunicação e Média. Entusiasta com o universo da moda, lifestyle, celebridades e entretenimento. ‘Devoradora’ de tudo o que está relacionado com a realeza.

COMENTÁRIOS

TRENDING

v