Segue-nos

Famosos

Martim Sousa Tavares tece rasgados elogios aos colegas do programa “Ídolos”: “Nasceu aqui uma amizade…”

PUBLICIDADE

O maestro esteve à conversa com Júlia Pinheiro para o programa “Júlia”, da SIC, e falou sobre o desafio de ser um dos jurados do “Ídolos”.

Publicado

em

Por

Martim Sousa Tavares tece rasgados elogios aos colegas do programa “Ídolos”: “Nasceu aqui uma amizade…”
Reprodução | Redes Sociais

Nesta terça-feira, dia 21 de junho, Martim Sousa Tavares foi um dos convidados de Júlia Pinheiro para o programa “Júlia”, da SIC. O maestro falou acerca da sua experiência no programa “Ídolos”, da SIC.

PUBLICIDADE

Martim Sousa Tavares integra o painel de jurados do “Ídolos”, da SIC, juntamente com Ana Bacalhau, Tatanka e Joana Marques. O maestro falou acerca dos desafios de integrar a equipa do programa de talentos numa conversa intimista com Júlia Pinheiro.

O maestro não escondeu o nervosismo que sentiu quando foi convidado por Daniel Oliveira: “A minha grande dúvida era saber se a minha vida aguentava o choque disto (…)  É mais uma aventura em que eu me atirei de cabeça, porque gostei da ideia e depois adorei estar lá dentro e estou já com pena porque estamos a duas semanas de acabar”, começou por explicar.

A dada altura da conversa, Martim Sousa Tavares foi surpreendido pelos restantes jurados. Ana Bacalhau confessou que adorou conhecer o maestro, já Tatanka revelou que teve receio de o conhecer, porém hoje dão-se bem. Por fim, Joana Marques destacou o ‘quarteto improvável’ que nasceu.

“Eu sabia quem eles eram, mas não nos conhecíamos pessoalmente. Ninguém está a representar, ninguém está a ser uma personagem. Nasceu aqui uma amizade dentro do programa. Todos tiramos o chapéu ao Daniel Oliveira que foi ele quem fez a seleção e ele acertou”, afirmou o maestro.

PUBLICIDADE

Já no final, o jurado confessou ainda que gostaria que Daniel Oliveira apostasse numa nova edição do programa.

 

COMENTÁRIOS

TRENDING

v