Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Mariza lamenta perda da fadista Celeste Rodrigues: “Uma das mais geniais artistas…”

PUBLICIDADE

Mariza recorreu à sua página de Instagram para recordar a fadista de 95 anos…

Publicado

em

Mariza/Instagram

Esta quarta-feira, 1 de agosto, o dia ficou marcado pela triste notícia da morte da fadista Celeste Rodrigues.

PUBLICIDADE

Muitas foram as figuras públicas que recordaram a artista nas redes sociais, nomeadamente as fadistas Mariza e Carminho.

Na sua página de Instagram, Mariza partilhou uma fotografia com a fadista de 95 anos e deixou uma mensagem emocionada:

“Hoje deixou este lado da vida uma das mais geniais artistas que a Terra conheceu. Até sempre querida Celeste”, escreveu.

PUBLICIDADE

Já Carminho alongou as suas palavras e deixou um texto bastante emotivo, onde começou por relembrar :

“Aprendi tanto. Era timidamente que, com 12 anos ia ganhando coragem para me sentar à sua mesa, lá no Embuçado, a primeira à esquerda. Sempre com um galão e um cigarro, ia ficando em silêncio até que alguma história ou memória fosse pertinente e era aí que eu tentava não perder nada (…) Voltava leve, sorridente. Já não era a mesma”, começou por escrever.

No final, a fadista recordou a artista e agradeceu-lhe por tudo o que trouxe ao fado:

PUBLICIDADE

“Amou a vida até ao fim e queria vive-la completamente. “Eu cá durmo 3/4 horas por noite. Não quero perder tempo da vida a dormir..” Pelos meus pais, irmãos e por mim, eu agradeço tudo o que trouxe ao Fado. Deixou-o diferente. O Fado, esse nunca a deixará! Obrigada querida Celeste????”, terminou.

Aprendi tanto. Era timidamente que, com 12 anos ia ganhando coragem para me sentar à sua mesa, lá no Embuçado, a primeira à esquerda. Sempre com um galão e um cigarro, ia ficando em silêncio até que alguma história ou memória fosse pertinente e era aí que eu tentava não perder nada. A vida na Beira, as cantigas da sua mãe, as noites de fado… E depois cantava. Cantava! Cantava de um lugar tão profundo como se o seu timbre doce e grave fosse trazer ali outras vidas. Era aí que eu mais queria aprender. Voltava leve, sorridente. Já não era a mesma. Amou a vida até ao fim e queria vive-la completamente. “Eu cá durmo 3/4 horas por noite. Não quero perder tempo da vida a dormir..” E no Velho Páteo de Sant’ana, algumas noites na Petisqueira e mais tarde na Mesa de Frades onde continuou sempre generosa a dar o que sabia, com alma de criança e força de matriarca. Viu crescer à sua volta uma família de que se orgulhou imensamente e a quem tanto agradecemos ter feito brilhar os olhos da nossa Celeste! Pelos meus pais, irmãos e por mim, eu agradeço tudo o que trouxe ao Fado. Deixou-o diferente. O Fado, esse nunca a deixará! Obrigada querida Celeste???? #celesterodrigues

Uma publicação partilhada por Carminho (@carminho) a

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING