Segue-nos

Famosos

Maria Vieira sem papas na língua: “Que prazer ver o IDIOTA do Salvador Sobral ter que engolir um sapo”

Depois de saber da vitória de Israel no Festival da Eurovisão da Canção, Maria Vieira teve uma opinião a dar e foi polémica…

Publicado

em

Maria Vieira/Facebook

Este sábado, 12 de maio, realizou-se no Altice Arena, em Lisboa a final do Festival da Eurovisão.

O país que se sagrou vencedor foi Israel com a música “Toy” de Netta Barzilai, enquanto a canção portuguesa, “O Jardim”, defendida por Cláudia Pascoal e escrita por Isaura, ficou em último lugar.

A intérprete, de 25 anos, mostrou-se feliz com a vitória e, na sua página de Facebook, agradeceu a toda a Europa por ter votado nela:

Maria Vieira, também na sua página, fez questão de escrever acerca da vitória de Israel nesta 63ª edição do Festival.

Adiantando que não assistiu ao evento, Maria felicitou o país vencedor:

“…acabo de saber, através das redes sociais, que Israel sai vencedora este ano com uma canção desta miúda gordinha e muito simpática e não quis deixar de vir aqui manifestar a minha enorme alegria pela vitória de Israel (…)”, escreveu.

Depois de Salvador Sobral ter dito que achava “horrível” a música levada por Netta, Maria Vieira ainda lançou umas farpas ao português:

“E que prazer tão grande eu tive por ver na NET o IDIOTA, sim, o IDIOTA do Salvador Sobral (que vergonhosa e lamentavelmente disse mal desta miúda vencedora) ter que engolir um sapo do tamanho de um elefante e que entregar o troféu àquela que ele desrespeitou e tentou descredibilizar e humilhar!!! Isso foi o melhor que este festival da Eurovisão teve, com toda a certeza!”, disse.

A terminar o texto, a atriz rematou:

“Viva Israel! Viva a liberdade! Viva o mérito, a competência e o talento que uns têm e que outros jamais terão!”

Famosos

Rui Maria Pêgo: “Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos.”

O filho de Júlia Pinheiro esteve no programa “5 Para a Meia Noite” e respondeu abertamente as todas as questões que lhe foram feitas…

Publicado

em

Mafalda Veiga/Instagram

Esta quinta-feira, 17 de Janeiro, foi para o ar mais um “5 para a meia noite”, na RTP1.

Rui Maria Pêgo foi um dos convidados do programa e esteve na rubrica “Pressão no Ar”, que consiste num conjunto de perguntas ao entrevistado.

Assim, e confrontado com a questão: “Quais as três pessoas em Portugal que gostavas que calassem mesmo a boca?”, o filho de Júlia Pinheiro respondeu de imediato:

“Maria José Vilaça [a psicóloga que defende que a homossexualidade é uma doença] (…) Maria Leal e tenho uma péssima, não vou dizer”, começou por dizer, atirando de seguida o terceiro nome: “Mafalda Veiga”, confessando: “Mas é porque eu não gosto muito da música mas há pessoas que gostam muito”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A julgar pelo sorriso, concluímos que o @ruimariapego queria mesmo vir à #pressãonoar! 😀 #5meianoite #rtp

Uma publicação partilhada por 5 Para a Meia-Noite (@5meianoite) a

Mais à frente, e ‘pegando’ na primeira resposta dada pelo animador de rádio, Inês Lopes Gonçalves questiona: “O que é que tu dirias a Maria José Vilaça?”, ao que Rui Maria Pêgo responde:

“Eu diria que… Acho que o grande problema de Maria José Vilaça é não ter experimentado nada que a fizesse realmente feliz. Aliás, há lá um momento em que ela diz, numa entrevista,«podia ter me acontecido a mim, eu estive perto de que me acontecesse». Se calhar podia ir passar umas férias com umas amigas, para animar, não é? ‘Vai Vilaça que é mesmo tua’”.

Num tom mais sério, o filho de Júlia Pinheiro ainda reforçou:

“É gravíssimo que alguém crie um grupo e que venda uma coisa como uma terapia de conversão. Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos e não temos se quer que ter dúvidas”.

Vê a entrevista na íntegra aqui:

Continuar a ler

TRENDING