Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Maria Vieira responde a Ana Bola: “fiz um filme francês – ‘La Cage Dorée’… o mais visto nos últimos 20 anos!”

PUBLICIDADE

“ora se tem gente que acha que isto não é ter uma carreira internacional é porque algo de muito grave ou maligno se passa na cabeça muito perversa e muito doente dessas pessoas… “

Publicado

em

Era de esperar de forma directa ou não que Maria Vieira respondesse ao recado que Ana Bola enviou à ex-colega e amiga na passada quinta-feira, no programa de Filomena Cautela “5 Para a Meia Noite”.

PUBLICIDADE

Ana Bola quis de vez, como a própria disse, ” acabar com esta conversa”  enviando um recado onde afirma que não tem inveja de Maria nem nenhum colega de profissão da actriz tem, porque não existe razão para tal: “não há um dos teus colegas de profissão que tenha inveja de ti. Pra já porque não há nenhuma razão para ter inveja de ti, depois, muito menos há razão para ter inveja daquilo a que tu chamas a tua carreira internacional. Porquê?! Porque tu não tens uma carreira internacional…”

Maria não deixou resposta por dar, ainda que, tal como fez com Herman quando este a criticou dizendo que não podia ser ela a escrever o que se lê no seu facebook porque ‘não tem vocabulário para isso’, a sua resposta não foi clara e directa, mas sim, nas entrelinhas.

Maria partilhou no facebook uma foto do elenco completo da série de humor brasileiro que gravou no Brasil, “Brasil a Bordo”, tecendo rasgados elogios a cada um dos actores que participam na série, e descrevendo ao mesmo tempo o seu currículo de trabalho na rede globo: “Daqui a pouco, cerca das 19h20, mais um episódio (o terceiro) da série “Brasil a Bordo” na «Globo Portugal», o mais recente trabalho que eu gravei no Brasil e na TV Globo, depois das novelas “Negócio da China” e “Aquele Beijo”. Ou seja, mais um glorioso pedaço da minha carreira internacional que todos os portugueses conhecem e admiram…

PUBLICIDADE

Mas foi após um comentário de um seguidor de Maria, que a actriz em resposta, deixou umas alfinetadas ao recado de Ana Bola, mais uma vez partilhando os trabalhos que já fez,  na sua carreira internacional:

“De facto a inveja é um sentimento terrível que corrói por dentro aqueles que dela padecem chegando ao ponto de lhes toldar a sensatez e o juízo. Mas enfim, cada qual é livre de propagar as inverdades e os delírios que bem entende e de se atolar na mentira alimentando dessa forma a frustração de não conseguir aquilo que outros conseguem (…) já fiz duas novelas com um dos poucos actores portugueses que possuem uma carreira internacional – o Ricardo Pereira – e fiz um filme francês – “La Cage Dorée” – com outro dos poucos actores portugueses com carreira internacional – o Joaquim de Almeida (…) recentemente fiz um filme alemão (“Farewell To Europe”) dirigido pela prestigiada realizadora germânica – Maria Schrader (…) ora se tem gente que acha que isto não é ter uma carreira internacional é porque algo de muito grave ou maligno se passa na cabeça muito perversa e muito doente dessas pessoas… Mas enfim, como diz o povo, cada qual sabe as linhas com que se cose!”

 

PUBLICIDADE

 

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING