Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Maria Vieira lança (novas) farpas: “Não seria mais correto […] escolher um homem e uma mulher?”

PUBLICIDADE

Maria Vieira atira: “Quiçá um homem branco e uma mulher negra, ele homossexual e ela lésbica…”

Publicado

em

Por

Reproduções/Redes sociais

Maria Vieira tem-se mostrado (muito) crítica em relação aos reality-shows em geral, e ao “Big Brother” da TVI em particular.

PUBLICIDADE

A atriz, que foi apontada como concorrente do novo “Big Brother Famosos” pela imprensa e desdenhou o alegado convite, recorreu às redes sociais para lançar (novas) farpas à TVI e aos dois apresentadores do “BB2021”, Cláudio Ramos e Manuel Luís Goucha.

“Deparei-me hoje com esta foto nas redes sociais. Trata-se de uma foto que retrata a dupla de apresentadores daquele programa asqueroso e deprimente que passa repetidamente e há já vários anos na TVI”, começa por escrever para depois lançar um feroz ataque aos dois apresentadores.

“Estes dois apresentadores são assumidamente homossexuais e tanto quanto eu sei passam grande parte da vida deles a falar sobre a sua homossexualidade, promovendo essa orientação sexual na televisão e nessas revistas cor de rosa que são lidas por gente cuja literacia se encontra ao mesmo nível de uma joaninha”, atira a atriz.

Maria Vieira lança depois críticas à TVI: “E ao ver esta foto não pude deixar de me interrogar a que propósito é que uma cadeia de televisão que, entre outras coisas «muito progressistas e muito fofinhas» promove a «diversidade», resolveu escolher dois homens, ambos homossexuais, para apresentar o programa de televisão que supostamente é o mais visto da sua grelha?”, pode ler-se.

PUBLICIDADE

“Não seria mais correto do ponto de vista da «diversidade», digo eu, escolher um homem e uma mulher, quiçá um homem branco e uma mulher negra, ele homossexual e ela lésbica, por exemplo, para dar uma imagem mais politicamente-correta sobre o significado da diversidade?”, sublinha Maria Vieira.

“Ou será que ao escolher esta dupla de apresentadores, a TVI apenas pretendeu promover a homossexualidade junto das populações mais ingénuas e mais sugestionáveis, ignorando a tal «diversidade» que tão frequentemente alega defender?”, pode ler-se ainda.

Veja aqui:

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

TRENDING