Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Maria Vieira ‘arrasa’ programa de Bruno Nogueira: “Absolutamente medíocre…”

PUBLICIDADE

Maria Vieira “não poupou” nas críticas e fez um post na sua conta de Instagram, onde considerou que o programa “é uma ridícula palhaçada”…

Publicado

em

Bruno Nogueira/Instagram

Estreou no passado domingo, dia 11 de abril, o programa de Bruno Nogueira na SIC “Princípio, Meio e Fim”. O formato foi líder de audiências no seu horário, como aliás destacou Daniel Oliveira, diretor de programas da estação:

PUBLICIDADE

Leia aqui: Daniel Oliveira “aplaude” Bruno Nogueira após liderança: “Meio milhão de pessoas acompanhou…”

Quem acompanhou a estreia foi São José Lapa, que recorreu à sua conta de Facebook para deixar algumas críticas:

“Mas não é um programa de humor, o tal do Nogueira…é uma coisinha. Escatologia, sexo e umas tantas cara****** são elementos primordiais de qualquer merda”, atirou.

Em resposta a um dos comentários feitos no seu post, a atriz ainda considerou:

PUBLICIDADE

“É querer agradar a uma minúscula fatia de espectadores com lobbie montado, GRAÇOLA pós modernaça já muito batida, velha e sem graça. Contraponto de dias a fio de música pimba. Equivalem-se. Ai valha-nos o Ricardo Araújo Pereira e companhia”, lê-se.

Ora veja:

PUBLICIDADE

Confrontada com a opinião da atriz São José Lapa, Maria Vieira decidiu também comentar, na sua conta de Facebook.

A escritora começou por referir que não viu o programa, no entanto, e perante o post da colega de profissão, decidiu “fazer ‘rewind’ na box”:

“Dois minutos depois de começar a ver aquilo, fiquei tão estupefacta e tão entediada que comecei a fazer “fast-forward” no comando da TV para descobrir se algo minimamente interessante (…) menos de 10 minutos depois, ainda atordoada por aqueles pedaços de coisa nenhuma, pelo pseudo-intelectualismo e pela mediocridade do pouco a que consegui assistir, acabei por desistir e desliguei a porcaria da televisão!”, começou por escrever.

Maria Vieira admitiu que muitas das coisas que fez em televisão foram “lixo puro e duro”, destacando contudo que nada se compara ao que viu ser feito por Bruno Nogueira e a sua equipa:

“Confesso que mais de metade daquilo que eu fiz na televisão portuguesa foi lixo puro e duro (…) Mas tão mau, tão entediante e tão absolutamente medíocre como aquilo que eu vi aquele grupo de pessoas fazerem, eu tenho a certeza que jamais fiz!”, garantiu.

PUBLICIDADE

No final, e depois de “lamentar” o facto do ator Nuno Lopes ser um dos atores do projeto “Princípio, Meio e Fim”, Maria Vieira ainda terminou com uma “farpa” a Bruno Nogueira:

“(…) Fico com a sensação de que, nos tempos que correm, para se fazer televisão, cinema ou teatro em Portugal é preciso ser de Esquerda, ser pós-moderno, elogiar ou apoiar o Costa e o Marcelo, dizer mal do CHEGA e do André Ventura e “last but not the least”, pintar as beiçolas de encarnado!”, terminou.

Leia aqui o texto na íntegra:

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING