Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Manuela Marle revela que perdeu filho bebé: “Nasceu de seis meses e meio e no dia seguinte partiu”

PUBLICIDADE

Manuela Marle fez a revelação em direto no programa “Passadeira Vermelha”, deixando os colegas comovidos com o testemunho…

Publicado

em

SIC/Site

Daniela Ruah revelou, no passado fim-de-semana, ter sofrido no passado um aborto espontâneo.

PUBLICIDADE

“À 9 semanas quando fui à primeira consulta para ouvir o coração do bebé… silêncio”, escreveu no longo texto que partilhou.

Ora veja:

Daniela Ruah revela que sofreu aborto espontâneo: “Desfiz-me em lágrimas…”

A revelação foi comentada no programa “Passadeira Vermelha”, da SIC, e quando chegou a sua vez de falar do tema, Manuela Marle partilhou pela primeira vez que também ela passou por uma situação idêntica:

PUBLICIDADE

“Aconteceu-me, eu nunca partilhei isto mas agora acho que vem a propósito já que ela partilhou. O meu terceiro filho, fiz a gestação até o sexto mês, nasceu de seis meses e meio e no dia seguinte morreu”, começou por dizer.

Manuela Marle referiu então que, por isso, entende “perfeitamente” Daniela Ruah, adiantando ainda mais pormenores do episódio que viveu:

“É muito mau, é uma sensação horrorosa. Estava tudo a correr bem supostamente, entretanto induziu-se o parto porque qualquer coisa não estava a correr bem e não se sabia o que era… e a criança, que era o Martim, viveu apenas algumas horas. E dois anos depois nasce outro Martim, que é o meu terceiro filho e resolvi dar-lhe o mesmo nome”, contou.

PUBLICIDADE

Confrontada por Liliana Campos, que a questionou sobre o funeral do bebé, a atriz revelou que não existiu cerimónia fúnebre, uma vez que o corpo “foi para estudo”:

“Ficou a falta de se fazer isso. Ficou uma sensação horrorosa que é: posso ir visitar a criança, mas obviamente, não vou visitar a criança. A criança estava perfeita e completa, seis meses e meio. Podia se ter salvo mas não vingou. E eu então tomei a opção de nunca ir ver a criança, é uma criança mesmo, para não ficar com essa imagem. Assim, não tive a imagem, mas ficou-me sempre na cabeça que o meu filho está ali para estudo. É muito mau”, partilhou.

Manuela Marle destacou, naturalmente, que o filho Martim “não veio substituir o outro” reforçando que é sempre uma perda que nunca se esquece:

“O Martim é o Martim. Nem sequer foi programado, aconteceu e foi muito bem vindo (…) depois há um renascer (…) na realidade eu tive quatro filhos, não tive três”.

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING