Segue-nos

Famosos

Manuel Luís Goucha revela história de fã que se mudou dos EUA para o Alentejo por sua causa

Um apaixonado pelo Alentejo, Manuel Luís Goucha, sempre que pode partilha o que de melhor a região oferece…

Publicado

em

Manuel Luís Goucha / Instagram

Manuel Luís Goucha vive entre o Alentejo e Lisboa, mas por diversas vezes já confessou que é no seu monte que gosta mais de estar.

São várias as razões que o fazem ser um apaixonado pela região alentejana e sempre que pode vai partilhando com os seus seguidores e o que de melhor existe nesta zona do país.

Não só em publicações na sua página de instagram, como também no programa especial que fez durante o ano passado, “O monte do Manel”.

Ontem  Manuel Luís Goucha foi surpreendido com a história de uma fã que fez sentir-se orgulhoso do que vai partilhando sobre esta bela região.

“Confesso que sempre que fico no monte, fazendo nada, não tenho grande vontade em regressar ao trabalho. Depois tudo passa com o frenesim e a magia do estúdio e mais ainda quando ouço coisas como o que escutei ainda agora enquanto almoçávamos no Gadanha, em Estremoz.”, começa por escrever.

Conta o apresentador que estava a almoçar quando uma fã lhe revelou que se mudou de Atlanta, nos EUA para vir morar para Portugal e escolheu Estremoz, muito por conta do que Manuela Luís Goucha falou sobre a região alentejana.

 “Esta senhora, Maria Crespo de sua graça, abeirou-se da mesa para me dizer que veio de Atlanta (EUA) há 4 meses para viver agora em Estremoz, só porque foi vendo o quanto mostro e falo do Alentejo e desta cidade em particular, por causa da feira dos sábados, do seu património e das suas gentes. Ela ainda terá perguntado ao marido:” será que Estremoz é mesmo bonito?” ao que ele respondeu:”se o Goucha gosta é porque é! Diz-se apaixonada (…)”,  relata.

Orgulhoso, Manuel revela que esta é sem dúvida uma das muitas razões que o fazem continuar a falar e mostrar o que de bom existe no nosso país, mesmo que não dê audiência:

 Ainda não tinha digerido a história e logo um alentejano veio ter comigo para acrescentar: “obrigado pelo que faz por nós!”. Cousa pouca, penso eu, mas logo ali ganhei ganas de voltar à lida para continuar a falar do melhor de nós, contrariando o que de menos agradável é notícia e dá audiência ou não vivêssemos numa civilização do espectáculo. Bora lá trabalhar, que o monte espera sempre.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING