Segue-nos

Famosos

Manuel Luís Goucha dá (novos e bons) conselhos aos “profissionais do ódio”

O apresentador “tardou mas não falhou” e deixou novo “recado” nas redes sociais…

Publicado

em

Por

Manuel Luís Goucha dá (novos e bons) conselhos aos “profissionais do ódio”
Reprodução | Instagram

Manuel Luís Goucha “tardou mas não falhou”. O apresentador da TVI tem por (bom) hábito deixar aos seguidores a cada fim-de-semana um vídeo onde vai expondo o que lhe vai na alma, e neste domingo, 16 de julho, voltou a partilhar “bons conselhos” e ainda um (novo) recado aos “profissionais do ódio” nas redes sociais.

“Eu sei que a felicidade é um bem muito escasso, devemos guardá-la sobre o peito quando nos toca por perto, e encher com ela todas as algibeiras da alma, para servir de escudo quando o oposto acontece”, começa por explicar o apresentador que cita Lídia Jorge, uma escritora que admira e da qual está a ler um livro, “Misericórdia”.

Manuel Luís Goucha elenca depois os benefícios da leitura, para ir ao novamente ao ponto do ódio que vai lendo nas redes sociais: “Eu estava aqui a pensar que, na maior parte das vezes, nos comentários que eu vejo nas redes sociais o português é lastimável, é pobre de léxico, de vocábulos, e não é correto”, começa por explicar.

“Por exemplo: quem habitualmente perde tempo a odiar nas redes sociais, perorando sobre tudo e mais alguma coisa, sem contudo nada saber sobre coisa alguma, podia tentar ler um pouco mais. Porque essas pessoas, que eu acredito serem uma minoria, mas militantes, acordam todos os dias a pensar: odiar, maltratar, ainda que num português muito básico, muito rasteiro, podiam tentar tirar um pouquinho do seu tempo de odiar, para ler, podia ser que continuassem a odiar mas num português correto”, confessa o apresentador.

“Ou então, milagre dos milagres, podiam pensar que, realmente, há coisas muito mais interessantes na vida, uma vida tão curta mas que é uma graça que recebemos à nascença, do que essa de escrever coisas sem nexo, desagradáveis, e ate difamatórias, e ainda por cima num mau português”, explica ainda Manuel Luís Goucha.

Veja em baixo:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Manuel Luis Goucha (@mlgoucha)

COMENTÁRIOS

TRENDING