Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Manuel Luís Goucha ‘confronta’ Manuel Maria Carrilho: “O senhor nunca foi violento?”

PUBLICIDADE

Manuel Maria Carrilho esteve à conversa com Manuel Luís Goucha sobre a ex-mulher, Bárbara Guimarães, e os filhos…

Publicado

em

TVI/Site

Manuel Maria Carrilho esteve esta sexta-feira, 22 de janeiro, à conversa com Manuel Luís Goucha, no programa “Goucha”, da TVI.

PUBLICIDADE

Um dos assuntos abordados durante a conversa foi, naturalmente, a sua absolvição do crime de violência doméstica de que estava acusado, pela ex-mulher, Bárbara Guimarães e de todo o processo em tribunal com a apresentadora.

Manuel Maria Carrilho admitiu que o processo nunca o prejudicou em termos profissionais e até que nunca se importou com o mediatismo e as opiniões alheias:

“O que me custou mais nisto tudo foi o impacto que tudo teve nos meus dois filhos mais novos”, afirmou. “Os principais visados nisto sempre souberam quem tinha razão e é a única opinião que me interessa aqui, é a do Dinis e da Carlota”, garantiu ainda.

Negou que tenha frequentado o curso de maridos agressores e acabou depois por deixar fortes críticas à justiça em Portugal, alertando Manuel Luís Goucha sobre o assunto, referindo que não marcou presença para abordar este assunto que, para si, “está mais que arrumado”.

PUBLICIDADE

“Estou de consciência tranquila, tenho os meus filhos comigo, é comigo que se sentem protegidos”, disse.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Goucha (@gouchatvi)

Manuel Luís Goucha confrontou depois o antigo Ministro da Cultura sobre “a mulher” e o que ela significa para si e ainda que todas as suas ex-mulheres o acusaram de ser agressivo, fazendo com que este se recusasse a fazer qualquer comentário:

PUBLICIDADE

“Não…eu não lido com conceitos abstratos…não vou falar…”, começou por dizer. “Uma delas foi condenada a pagar por ter mentido (…) é que essas coisas depois não se dizem”, atirou depois.

Manuel Maria Carrilho referiu que para os seus filhos “é duro e continua a ser duro” e falou depois das acusações, referindo que estas são “falsas” e até que “descredibilizam a violência doméstica”, frisou.

Foi então que o apresentador questionou: “O senhor nunca foi violento?”. O também professor e político assegurou de imediato:“Eu nunca fui violento (…) o meu advogado perguntou três vezes em tribunal ao pai, à mãe e à empregada se alguma vez eu fui violento, disseram que não, segunda questão era se alguma vez eu insultei a minha ex-mulher, disseram que não e a terceira pergunta foi alguma vez ele falou alto? E eles disseram que não”, disse.

Sobre as imagens divulgadas pela TVI, em janeiro de 2019, que dão conta de uma discussão entre si e Bárbara Guimarães:

“São totalmente manipuladas (…) houve pessoas que analisaram nos laboratórios de Coimbra (…) há um manuscrito dela a dizer ‘corte aqui e cole ali’, pois é, é isso que se saberá a seu tempo”, frisou Manuel Maria Carrilho.

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING