Segue-nos
PUBLICIDADE

Lifestyle

Mãe tentou tudo para pentear a filha, sem sucesso. Afinal tem um síndrome raro

PUBLICIDADE

Filha de duas meninas, Sara tentou, já, acima de 20 produtos no cabelo frisado da filha, até perceber que se tratava de um síndrome raro…

Publicado

em

Por

Jaili Lamb tem apenas dois anos e sofre de um síndrome raro, o Síndrome dos Cabelos Impenteáveis (Uncombable Hair Syndrome), uma condição caracterizada por cabelos claros (loiro-prateados) e enovelados, que não se mantêm penteados ao serem escovados.

PUBLICIDADE

As zonas afetadas localizam-se no couro cabeludo e são, geralmente, limitadas, podendo ser apenas uma ou várias as áreas abrangidas. Os cabelos atingidos apresentam um crescimento mais lento que o normal, contudo, são tão resistentes como os outros, apesar da sua aparência seca e dura. A grande parte dos casos surge na infância, geralmente, com início nos primeiros dois anos de vida, mas também há casos registados na adolescência.

A mãe, Sara Lamb, de 29 anos, natural de Arkansas, nos Estados Unidos, antes de perceber do que se tratava, desesperou, a tentar pentear o cabelo da filha! Apesar da filha sofrer de uma patologia relacionada com o couro cabeludo, a mãe tentava pentear, esforçando-se ao máximo, todos os dias. Na verdade, gastou, já, perto de 200 dólares (cerca de €170) em produtos premium para o cabelo, mas nada resultou.

Filha de duas meninas, Sara tentou, já, acima de 20 produtos no cabelo frisado da filha, até perceber que se tratava de um síndrome raro.

Sara é estagiária de enfermagem e entrou em contacto com alguns especialistas que lhe falaram nesta patologia. Em declarações ao jornal The Sun, refere: “Quando a Jaili tinha cabelo de bebé e este caiu, começou logo a nascer um cabelo estranho que não dava para pentear. No início, pensámos que ela ia ter o cabelo incrivelmente encaracolado, mas depois percebemos que tinha uma textura estranha. Nunca tinha visto ninguém com um cabelo assim.”

PUBLICIDADE

Sara e o marido, Jarrod, tiveram de fazer análises ao DNA do seu cabelo, de forma a conseguir-se perceber o porquê do surgimento da patologia.

Hoje, os médicos têm a certeza de que a pequena Jaili sofre do Síndrome dos Cabelos Impenteáveis. Antes de o saberem, tanto os pais de Jaili, como todos os familiares e amigos, achavam o seu cabelo loiro estranho, mas não percebiam o que se passava…

“Não conseguimos ir a algum sem ter sempre alguém a parar para ver ou a fazer comentários, normalmente afáveis, mas também já tivemos situações de pessoas rudes”, refere Sara ao The Sun.

PUBLICIDADE

“Temos um amigo que diz que ela parece um Dente-de-Leão e eu acho que sim. O cabelo dela é tão loiro que, quando bate o sol, vê-se a sua pequena cabecinha, parece um arco-íris!”

Uma vez que não há tratamento para este problema, Sara já aceitou que o cabelo da filha será sempre assim. Na verdade, agora percebe que é isso que a torna tão única.

Ao The Sun refere, ainda, que “é estranho, mas eu adoro! A nossa outra filha tem o cabelo liso como uma tábua, o oposto, mesmo. A Jaili é uma menina tão especial, alegre, espontânea, acho que vai conseguir lidar muito bem com isso… Alem disso, tem uma personalidade muito vincada, acho que o cabelo é a extensão da sua personalidade.”

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING