Segue-nos
PUBLICIDADE

Familia

Mãe recusa desistir de filho que nasceu com paralisia cerebral. 29 anos depois estuda em Harvard

PUBLICIDADE

Publicado

em

Quando Zou Hongyan deu as boas-vindas ao seu único filho em 1988, complicações terríveis no nascimento deixaram-no incapacitado para a vida, com paralisia cerebral.

PUBLICIDADE

Os médicos da sua província nativa de Hubei, na China, encorajaram-na a desistir, uma visão que até mesmo o seu próprio marido partilhava, pois acreditavam que o menino levaria uma vida miserável, e sem valor.

Zou, no entanto, rejeitou esta visão, divorciou-se do pai do seu filho, e fez a sua missão de vida: tratar e apoiar o seu filho quando ninguém mais achava possível ele ter uma vida digna.

Zou trabalhou em 3 empregos simultaneamente para suportar a sua pequena família, e fez tudo com o seu filho estimular os sentidos e construir as fundações da sua inteligência.

PUBLICIDADE

“Eu não queria que ele se sentisse envergonhado com esses problemas físicos”, disse esta mãe ao South China Morning Post.

“Porque ele tinha habilidades inferiores em muitas áreas, eu era muito rigorosa com ele para trabalhar duro, e alcançar resultados onde ele tinha dificuldades.”

PUBLICIDADE

29 anos mais tarde, este mesmo menino, chamado Ding Ding, formou-se na Universidade de Pequim com um diploma de bacharel em ciências ambientais e engenharia.

Recentemente, entrou para o curso de direito em Harvard. Podemos imaginar como esta mãe está orgulhosa do progresso incrível do seu filho, e como Ding Ding deve estar agradecido à sua mãe.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING