Segue-nos

Mundo

Mãe deixa aviso emocionado, depois de o bullying no Snapchat ter levado a filha ao suicídio

Publicado

em

Uma mãe destroçada deixou um aviso emocionado depois de os “bullies” no Snapchat terem conduzido a sua filha adolescente, com apenas 14 anos, ao suicídio, depois de várias provocações naquela rede social.

Megan Evans, de 14 anos, suicidou-se depois de ter sido submetida a abusos no Snapchat.

A polícia está a investigar a morte de Megan em Milford Haven, Pembrokeshire, no Reino Unido, e a sua mãe, Nicola Harteveld, de 40 anos, pediu que os jovens pensem antes de fazerem comentários nas redes sociais.

A mãe disse ao Mirror: “Tenham cuidado com o que dizem, as palavras não podem ser retiradas. Elas podem parecer triviais, podem ser ditas com raiva, ou por brincadeira, mas elas não podem ser retiradas depois de ditas”

A mãe, devastada, disse que os adolescentes estão constantemente nos seus telefones, e quer alertar outros pais a procurar sinais de que os seus filhos são infelizes.

“Eu não quero que a morte da minha filha seja em vão. Eu quero aumentar a consciência dos pais para manterem um olho aberto para os sinais. Eu não tinha ideia. Dizem que podemos ver os sinais, e olhando para trás, podia.”

Um inquérito foi aberto, e entretanto adiado, enquanto as investigações policiais continuam, mas não há para já circunstâncias suspeitas.

Enquanto a família se prepara para o funeral, a mãe, de luto, pediu a Justin Bieber para enviar um presente para o funeral da sua filha. Megan tinha um bilhete VIP para ver o seu ídolo em junho, e esperava obter o seu autógrafo.

A mãe Nicola Harteveld, de 40 anos, quer colocar lembranças assinadas de Bieber dedicadas a Megan no seu caixão.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING