Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Luciana Abreu ‘está maluca’ mas feliz: “É como uma capa impermeável à merd* que me chega”

PUBLICIDADE

Num longo texto em jeito de desabafo, Luciana Abreu revela ter acordado ‘maluca’ e que foi o melhor que lhe aconteceu…

Publicado

em

Por

Luciana Abreu / Instagram

Luciana Abreu partilhou nas redes sociais um texto onde fala sobre a nova fase da sua vida. Com algum sentido de humor e muitas indiretas, Luciana Abreu revela estar ‘maluca’, mas ao contrário do que se possa pensar, a cantora revela-se feliz pela sua loucura.

PUBLICIDADE

“Desde que fiquei maluca que me sinto muito melhor. A vida corre-me bem. Não vejo problemas e percebo que todos os dias têm um fim. Logo, não me preocupo.”, começa por escrever.

Luciana atira aos seus críticos, revelando que a loucura que se instalou na sua pessoa a ajuda a passar por cima de todas as críticas, todas as antipatias com que se depara, e principalmente a ajuda a lidar com elas:

Não ligo nenhuma a porra nenhuma. É como se tivesse uma capa impermeável à merd* que me chega diariamente. E a quantidade de sorrisos que sou em troca de trombas é fenomenal. As pessoas não percebem e há quem fique mais trombudo ainda. É que por umas trombas, outras devem responder. Mas eu, como estou maluca, não tenho de cumprir esse código. Aliás, não tenho de cumprir código algum.

Luciana revela que não escolheu ficar maluca, mas que ‘acordou’ assim e escolheu ficar assim ao perceber que a vida se leva com muito mais ligeireza:

PUBLICIDADE

A decisão de ficar maluca não me parece que tenha sido consciente. Acho que um dia acordei, senti-me maluca e deixei-me ficar. Aos poucos fui-me habituando e comecei a apreciar as maravilhas de ter flipado. As vezes sinto que é como uma férias que estou a tirar, só que agora as férias não acabam. Não tenho de fazer as malas e voltar a ser normal outra vez. Ser maluca traz tanta leveza que até ando mais direita e as dores no pescoço desapareceram-me por completo.”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Desde que fiquei maluca que me sinto muito melhor. A vida corre-me bem. Não vejo problemas e percebo que todos os dias têm um fim. Logo, não me preocupo. Não ligo nenhuma a porra nenhuma. É como se tivesse uma capa impermeável à merd* que me chega diariamente. E a quantidade de sorrisos que sou em troca de trombas é fenomenal. As pessoas não percebem e há quem fique mais trombudo ainda. É que por umas trombas, outras devem responder. Mas eu, como estou maluca, não tenho de cumprir esse código. Aliás, não tenho de cumprir código algum. A decisão de ficar maluca não me parece que tenha sido consciente. Acho que um dia acordei, senti-me maluca e deixei-me ficar. Aos poucos fui-me habituando e comecei a apreciar as maravilhas de ter flipado. As vezes sinto que é como uma férias que estou a tirar, só que agora as férias não acabam. Não tenho de fazer as malas e voltar a ser normal outra vez. Ser maluca traz tanta leveza que até ando mais direita e as dores no pescoço desapareceram-me por completo. Sejam felizes. Abreijos 💋

Uma publicação partilhada por LA (@lucianaabreuoficial) a

COMENTÁRIOS

TRENDING