Segue-nos

Famosos

Liliana Campos vai ter de usar aparelho nos dentes e ficou surpreendida

“Nem em miúda precisei, é agora depois de ‘velha'”

Publicado

em

Liliana Campos / Instagram

Liliana Campos surpreende – e ficou também ela surpreendida com a notícia – ao revelar que vai ter de usar aparelho nos dentes.

A apresentadora de “Passadeira Vermelha” – da SIC Caras – foi confrontada com o facto de ter os seus dentes em rotação, o que a obriga a tratamentos de correcção.

A novidade por partilhada por Liliana na sua conta pessoal de Instagram esta quarta-feira, 5 de junho. Aos 48 anos – “depois de velha”, como diz com humor – vai usar aparelho dentário. Em nome do seu emblemático sorriso.

“Já aqui escrevi que gosto de sorrir, de rir, de dar umas boas gargalhadas. Sou assim desde pequenina. O meu sorriso sempre foi elogiado. Sempre fui vaidosa com ele e tirando os doces, tenho 1001 cuidados. Mas…. no outro dia… caiu-me um balde de água fria. Um amigo meu, dentista, disse-me que eu tinha os dentes em rotação e que tinha que usar aparelho”, começa por contar.

A apresentadora explica que se mostrou surpreendida com o conselho recebido:

“Só podes estar a gozar?!”, disse eu. “Nem em miúda precisei, era agora, depois de ‘velha’.”

Mas, pelos vistos, tem de ser.
E, mesmo surpreendida, a apresentadora, acatou o conselho.

Na conclusão da conversa com o seu dentista, Liliana garantiu que o faria, já que o seu principal objetivo é “preservar uma das armas mais poderosas que todos nós temos, o sorriso”.

Os tratamentos já começaram, até porque, antes de colocar o aparelho, existem uma série de outros procedimentos.

E Liliana Campos já se mostrou completamente rendida ao avanço da tecnologia:
“Fiquei estupefacta com toda a tecnologia usada, para que nada falhe. Além disso, ver o meu rosto em 3D teve tanto de engraçado, como de assustador”, disse no seu Instagram.

O processo, esse, pode demorar cerca de um ano.

A apresentadora promete que vai mostrar o antes e o depois daquilo a que chama “arte de criar sorrisos”.

.

Sou jornalista desde sempre, diria. Comecei na rádio, no tempo em que ‘explodiram’ as rádios locais. Mais tarde, o ‘bichinho’ do jornalismo regressou e eu voltei, desta vez para as revistas. Trabalhei 11 anos na Media Capital, na revista Lux. Gosto de artistas: actores, actrizes, cantores, gente da televisão… E gosto de escrever sobre eles, de conhecer o seu outro lado. Sou jornalista de formação, tenho a Carteira de Jornalista desde 1993 e isto é o que faço e farei. Para o resto da vida. Provavelmente.

Recomendamos




Recomendamos




COMENTÁRIOS

TRENDING