Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Júlia Pinheiro cumpre “sonho de menina”: “Sinto-me tão feliz…”

PUBLICIDADE

Júlia Pinheiro contou aos seguidores que esta segunda-feira cumpriu um sonho que tinha adiado no passado…

Publicado

em

Por

Júlia Pinheiro/Instagram

Júlia Pinheiro recorreu à sua conta de Instagram para esta quarta-feira, dia 16 de setembro, partilhar que realizou um “sonho de menina”.

PUBLICIDADE

Neste caso, a apresentadora referiu que teve a sua primeira aula de piano na manhã de hoje: A minha primeira aula de piano. A primeira aula de piano da minha vida. E sinto-me tão feliz com este pequeno prazer. Aprender a tocar piano é um sonho de menina“, contou.

De seguida, Júlia partilhou a ligação que o piano tem na sua família, uma vez que o seu avô era músico.

O meu avô era músico, tocava lindamente tuba e trombone, na Orquestra Gualdim Pais, o famoso escudeiro de D. Afonso Henriques que dá nome a esta Sociedade Filarmónica de Tomar. Tenho pena de não ter aprendido a tocar um instrumento com o meu avô. Na altura ainda tentei a minha sorte, manifestando a todos o meu interesse. Mas o meu pai respondia-me, gracejando: campainhas, minha filha. Se queres tocar algo, podes tocar campainhas“, escreveu.

Por último, a apresentadora refere que chegou a perder o entusiasmo mas que já recuperou esse sonho.

PUBLICIDADE

Por volta do ano 2000, o entusiasmo foi-se o piano calou-se. “Vamos vender o piano”, ameaçou um dia o meu marido, expulsar o instrumento de casa. Mas eu consegui suspender a decisão… Adiei o sonho. Até hoje. E aqui estou eu, na primeira aula de piano da minha vida. Porque nunca é tarde para aprender uma coisa nova, pois não?“, concluiu.

Veja a publicação aqui.

View this post on Instagram

Esta manhã, a minha primeira aula de piano. A primeira aula de piano da minha vida. E sinto-me tão feliz com este pequeno prazer. Aprender a tocar piano é um sonho de menina. O meu avô era músico, tocava lindamente tuba e trombone, na Orquestra Gualdim Pais, o famoso escudeiro de D. Afonso Henriques que dá nome a esta Sociedade Filarmónica de Tomar. Tenho pena de não ter aprendido a tocar um instrumento com o meu avô. Na altura ainda tentei a minha sorte, manifestando a todos o meu interesse. Mas o meu pai respondia-me, gracejando: campainhas, minha filha. Se queres tocar algo, podes tocar campainhas. Não me conformei com a alternativa sonora :), e quando os meus filhos cresceram, “vinguei” o meu gosto na descendência. Rui Maria, Carolina e Matilde, todos frequentaram aulas de piano, com direito até a audições. Mas por volta do ano 2000, o entusiasmo foi-se o piano calou-se. “Vamos vender o piano”, ameaçou um dia o meu marido, expulsar o instrumento de casa. Mas eu consegui suspender a decisão. É verdade que, sem pio, parecia estar apenas a ocupar espaço. Mas um piano de cauda como este merecia outro destino, pensei. Adiei o sonho. Até hoje. E aqui estou eu, na primeira aula de piano da minha vida. Porque nunca é tarde para aprender uma coisa nova, pois não? Bom dia!😘 #BlogueJulia

A post shared by Júlia Pinheiro Oficial (@oficialjuliapinheiro) on

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING