Segue-nos
PUBLICIDADE

Entretenimento

José Mayer assume assédio sexual a figurinista…

PUBLICIDADE

No inicio desta semana, o reconhecido actor brasileiro José Mayer, 67 anos, foi acusado de assédio sexual por parte de uma figurinista e colaboradora da Globo

Publicado

em

No inicio desta semana, o reconhecido actor brasileiro José Mayer, 67 anos, perto de 50 de carreira, foi acusado de assédio sexual por parte de uma figurinista e colaboradora da Globo, Susllem Meneguzzi Tonani, através de um comunicado partilhado no jornal “Folha de São Paulo”, o país ficou em choque.

PUBLICIDADE

José Mayer de imediato negou e repudiou as acusações, mas por pouco tempo.

“Respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade. As palavras e atitudes que me atribuíram são próprias do machismo e da misoginia da personagem Tião Bezerra, não são minhas! Nesses 49 anos trabalhando como actor sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo”, declarou José Mayer ,inicialmente

A rede globo afastou-o da novela em que estava a trabalhar, justificando ser necessário para que a investigação do caso terminasse, mas não foi preciso, José Mayer fez um comunicado onde assume a culpa e pede desculpa.

“Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:

PUBLICIDADE

Eu errei.

Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava.

A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.

PUBLICIDADE

Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.

Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, não sou.

Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.

Aprendi nos últimos dias o que levei sessenta anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.

Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.

PUBLICIDADE

A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.

Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.

Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.

O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.

PUBLICIDADE

José Mayer”

Talvez pressionado pela Globo e pelos olhares dos colegas, muitas actrizes, e colegas de profissão de Susllem manifestaram o seu apoio nas redes sociais através de fotos e usando tags “Mexeu com uma, mexeu com todas” e “Chega de assédio”

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING