Segue-nos

Famosos

José Carlos Malato: “Ninguém sai de casa com uma catana, seja português, refugiado…”

O apresentador condenou o aproveitamento político da tragédia que aconteceu ontem em Lisboa…

Publicado

em

Por

José Carlos Malato: “Ninguém sai de casa com uma catana, seja português, refugiado…”
Reprodução | Instagram

José Carlos Malato recorreu às redes sociais para comentar a tragédia que aconteceu nesta terça-feira, 28 de março, no Centro Ismaili em Lisboa, onde um homem acabou por matar à facada duas funcionárias.

O apresentador da RTP mostrou-se indignado com o aproveitamento político que tem sido feito do tema, e acabou por deixar uma reflexão: “Ninguém sai de casa com uma catana. Seja português, refugiado ou marciano”, começa por escrever.

“O mal deve ser responsabilizado e punido! Sem generalizações, nem vergonhosos aproveitamentos políticos. Solidariedade para com as vítimas!”, comenta ainda.

De recordar que o agressor, Abdul Bashir, de nacionalidade afegã, terá chegado a Portugal há cerca de um ano. Matou duas mulheres e feriu gravemente um professor. O homem vive com os três filhos menores, de quatro, sete e nove anos, em Odivelas. Perdeu a mulher num incêndio que aconteceu num centro de refugiados na Grécia, há dois anos.

Veja em baixo:

José Carlos Malato: “Ninguém sai de casa com uma catana, seja português, refugiado…”

COMENTÁRIOS

TRENDING