Segue-nos

Famosos

Joana Marques “goza” com Miguel Vicente após polémica: “Realmente, Portugal é um país muito atrasado…”

Joana Marques dedicou um episódio do “Extremamente Desagradável” a Miguel Vicente…

Publicado

em

Por

Joana Marques “goza” com Miguel Vicente após polémica: “Realmente, Portugal é um país muito atrasado…”
Reproduções | Instagram

Depois de abandonar o “Big Brother – Desafio Final”, Miguel Vicente viu-se envolvido em várias polémicas.

Numa entrevista a Manuel Luís Goucha, o ex-concorrente confirmou que os fãs se reuniram para oferecer “mais de 20 mil euros” no seu aniversário e recordou: “Os meus fãs são os melhores. Sinto-me abençoado e os meus fãs disseram-me uma frase que eu achei imensa piada mas ficou-me na retina para o resto dos meus dias: ‘Miguel, nós não somos teus fãs, somos teus servos’”.

Nesta segunda-feira, dia 26 de fevereiro, Joana Marques dedicou o episódio do “Extremamente Desagradável”, a Miguel Vicente: “Miguel Vicente em setembro: ‘Big Brother nunca mais’. Miguel Vicente em janeiro: ‘Big Brother? Estava a ver que nunca mais me chamavam’. Voltou. Mas por acaso valeu a pena porque ele esteve muito, muito bem”.

“‘Eu não degrido a imagem de ninguém’. Isso é verdade, ele não degrediu ninguém além dele próprio (…) Dos maiores atos de coragem da vida do Miguel, sair do Big Brother pelo seu próprio pé. Ele deve ter tido uma vida pacata até aqui” – comentou.

Sobre o dinheiro oferecido pelos fãs a Miguel Vicente, Joana Marques adiantou: “Percebemos bem, são mais de 20 mil euros. Em tempos de eleições eu vejo muitos partidos a prometer para baixar os impostos, eu queria aqui pedir que aumentassem, o máximo possível, mas só a estas pessoas que tiram parte do seu rendimento para oferecer a concorrentes de reality shows”.

“Aumentar os impostos a estas pessoas não basta, estas pessoas têm de ser interditadas. Ainda estão disponíveis para serem lacaios deles. Realmente, Portugal é um país muito atrasado, assim e que se vê. Os fãs do Miguel, por exemplo, ainda vivem na idade média, ainda não saíram do feudalismo” – apontou ainda.

Veja aqui:

COMENTÁRIOS

TRENDING