Segue-nos

Famosos

Joana Madeira: “Chorei ao perceber que a minha parvoíce…serve para fazer alguém rir”

Joana Madeira tem partilhado, durante a quarentena, vários vídeos divertidos e emocionou-se com as mensagens de agradecimento que recebeu…

Publicado

em

Joana Madeira/Instagram

Joana Madeira está há vinte dias em casa, de quarentena, com a filha, Leonor, e o marido, Eduardo Madeira.

Na sua página de Instagram, a humorista tem partilhado diariamente vídeos divertidos, feitos na aplicação Tik Tok, e tem alegrado o dia de muitos dos seus seguidores.

Prova disso são as muitas mensagens que recebe. Joana Madeira decidiu partilhar então com quem a segue que as palavras que tem recebido ultimamente por parte dos seguidores a emocionaram:

“Hoje chorei. Recebi várias mensagens de pessoas que estão em casa… Todas elas com testemunhos da sua quarentena. Viram o meu post anterior e queriam partilhar comigo o quão tristes estão nestes novos tempos”, começou por escrever, referindo-se ao post anterior onde desabafou sobre toda esta situação.

“Todas estas pessoas, e foram muitas, agradeceram os meus videos. Disseram-me que as faço rir, que as faço esquecer esta situação. Que, por vezes, quando choram em casa e estes meus momentos aparecem nas redes, soltam uma gargalhada”, partilhou depois.

Joana Madeira mostrou-se então feliz por poder, numa altura destas, ajudar as pessoas a esquecerem, por instantes, a tristeza e ansiedade:

“Chorei ao perceber que a minha parvoíce, que outrora achei que não me poderia beneficiar em nada, hoje, numa altura como esta, afinal serve para alguma coisa. Serve para fazer alguém rir, para fazer alguém feliz. E isso não tem preço!”, escreveu, terminando com um agradecimento a todos.

Lê aqui o post na íntegra:

View this post on Instagram

Hoje chorei. Recebi várias mensagens de pessoas que estão em casa, muitas delas sozinhas, outras já de idade avançada, isoladas dos seus filhos e netos, outras mais novas, mas também longe dos seus, pois estão a trabalhar. Todas elas com testemunhos da sua quarentena. Viram o meu post anterior e queriam partilhar comigo o quão tristes estão nestes novos tempos. Todas estas pessoas, e foram muitas, agradeceram os meus videos. Disseram-me que as faço rir, que as faço esquecer esta situação. Que, por vezes, quando choram em casa e estes meus momentos aparecem nas redes, soltam uma gargalhada. Confesso que chorei também eu ao ler estes testemunhos (sou chorona, sim). Chorei ao perceber que a minha parvoíce, que outrora achei que não me poderia beneficiar em nada, hoje, numa altura como esta, afinal serve para alguma coisa. Serve para fazer alguém rir, para fazer alguém feliz. E isso não tem preço! Muito obrigada! Tentarei amanhã acordar com a mesma boa disposição e parvoíce de sempre e ajudar-vos a ganhar forças para mais um dia.

A post shared by Joana Machado Madeira (@joanamachadomadeira) on

.

Tenho 21 anos e sou formada em Comunicação. Apaixonada pelos media, acabei o curso e comecei a escrever aqui logo de seguida... Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING