Segue-nos

Famosos

Joana Cruz prepara livro para contar a sua história após luta contra cancro na mama: “Tive de ver fotografias antigas…”

PUBLICIDADE

A radialista está prestes a completar um ano deste que terminou os tratamentos e recordou todo o processo desde o diagnóstico de cancro na mama.

Publicado

em

Por

Joana Cruz prepara livro para contar a sua história após luta contra cancro na mama: “Tive de ver fotografias antigas…”
Reprodução | Redes Sociais

No final de 2020, Joana Cruz foi diagnosticada com cancro na mama e durante oito meses esteve em tratamentos. A radialista chegou mesmo a ser submetida a uma cirurgia e revelou novos detalhes desse período difícil.

PUBLICIDADE

Em declarações à revista Nova Gente, Joana Cruz, de 43 anos, revelou que depois de meses de tratamento, os médicos decidiram que seria melhor retirar toda a mama. Durante a mesma cirurgia, a radialista também foi submetida a uma “reconstrução imediata” da mesma.

PUBLICIDADE

“Tive essa sorte, porque às vezes há um processo mais demorado, mas no meu caso foi imediato. Tirou um implante e entrou outro, e assim acabou por não ser tão traumático ou chocante esse processo”, afirmou.

No seguimento deste assunto, Joana Cruz revelou que está a terminar um livro que será lançado em outubro e contará com a sua história desde a descoberta do cancro na mama: “Agora, para a preparação do livro, tive de parar para pensar e tive de ir ver fotografias antigas e, na altura, não sentia que estava com o aspeto desta Joana que vi nas fotos, porque sentia-me realmente bem, e mesmo sem cabelo e sem sobrancelhas, mais inchada e tudo o mais, não me sentia mal. Como uma pessoa se vê todos os dias, se calhar foi por isso. Agora é que olho e penso: ‘Bolas, já passei por isto tudo e quase nem dei conta daquilo que foi'”, explicou.

A radialista ainda confessou que lidou com a doença sempre com um sorriso no rosto: “Isto para dizer que acabou por não haver nada que me fosse particularmente pesado no processo, porque como foi – digo sempre entre aspas – saboreado cada momento, cada fase dos tratamentos, a queda de cabelo, a questão da alimentação e tudo o mais, isso acabou por ser tudo processado devagarinho. Não foi encarado como algo chocante que fosse fazer ou viver naquele momento”, finalizou.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

TRENDING

v