Segue-nos

Famosos

Jared Leto critica Taylor Swift e processa site

Publicado

em

Jared Leto vai processar o site TMZ  por este ter postado um video em que Jared aparece em estúdio a criticar Taylor Swift e a sua musica.

O vocalista dos 30 Seconds To Mars  é filmado, durante uma reunião da banda num estúdio em Los Angeles, em que um dos produtores insistiu que ouvissem o álbum “1989”, de Taylor Swift, para inspiração. Jared foi ouvindo e comentando as músicas com algumas criticas menos positivas e ainda fez comparações a outras músicas, dizendo que  a música “Blank Space” do novo álbum de Swift tem uma batida parecida com a musica “Chandelier”de Sia.

No final do vídeo, o vencedor de um Óscar não se mostrou nada impressionado e “atacou”:  “Que se dane a Taylor Swift. Não me importo nem um pouco com ela. Temos que fazer o que é melhor para nós”

Pouco tempo depois de Jared ter visto o video publicado pelo site, de imediato pediu desculpas a Taylor e fez saber que vai processar o TMZ.

O cantor e actor fez um comunicado onde pode ler-se que irá processar o site por invasão de privacidade, e utilização de conteúdo privado que terá sido roubado.

“No último domingo, eu fui alertado que o TMZ tinha adquirido uma gravação em vídeo particular de mim na minha casa e que estaria a prepara-se para a publicar. A minha equipa notificou o TMZ de imediato informando que eu era o único proprietário da filmagem e que a fonte deles não tinha nenhum direito para vendê-la. Eles escolheram postá-la mesmo assim.

Vamos ser claros, aquilo era uma filmagem roubada. Aquilo foi uma invasão de privacidade e foi errado tanto legalmente quanto moralmente. Independentemente de quem somos, todos devíamos poder falar livremente na privacidade das nossas casas sem o medo de que os nossos pensamentos ou acções sem filtro sejam transmitidos para o resto do mundo.

Nós temos o direito à privacidade e segurança e, quando não temos a protecção para garantir essas coisas, perdemos a liberdade de falar alto e claramente, seja bem ou mal, sobre qualquer coisa que escolhemos.

Eu decidi entrar com um processo não porque eu quero, mas na esperança de que encoraje mais pessoas a impedirem o tráfico de bens roubados, que tomem medidas legais e que isso possa motivar uma maior consideração em relação ao mal que essas acções podem criar”.

.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING