Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Iva Domingues abre o coração em entrevista: “Os homens que amei, vou amar para sempre…”

PUBLICIDADE

A morte do pai, a depressão que a atirou para fora da escola e a distância da filha foram outros momentos marcantes da conversa…

Publicado

em

Por

TVI

Iva Domingues foi a convidada do programa de entrevistas da TVI “Conta-me”, que foi para o ar neste sábado, 9 de janeiro.

PUBLICIDADE

Numa conversa intimista com Fátima Lopes, que acabou por ser a última aparição da apresentadora na TVI, Iva Domingues abordou um dos temas que mais marcou a sua vida: a perda do pai aos 13 anos, quando o progenitor tinha 42 anos de vida.

Iva Domingues revela que não fez o luto, e que aos 16 anos acabou por entrar numa depressão que a acabou por afastar da escola durante 9 meses. Em lágrimas, Iva Domingues explicou que enfrentou graves problemas de saúde mental, com um esgotamento grave, que a atiraram para fora da escola por indicação médica:

“Tive que deixar a escola. Não podia ter qualquer atividade intelectual”, explicou ainda a apresentadora.

Outros dos momento marcantes da entrevista foi a abordagem ao afastamento da filha, Carolina, que não vê desde janeiro, devido à pandemia da Covid-19:

PUBLICIDADE

“Quem é mãe, tenho a certeza que consegue imaginar o que é não estar com um filho… Quando o meu morreu foi muito difícil mas isto é diferente, pai é pai mas filho é filho, e eu só tenho esta e tem sido muito duro“, referiu Iva Domingues.

Sobre os amores, Iva Domingues declarou sobre as anteriores relações: “Se as pessoas fizeram parte da tua vida, e foram importantes,  como é que de repente deixam de ser importantes?”, declara. “O amor muda, mas é amor. Os homens que amei, vou amar para sempre. Só que é outro tipo de amor. O pai da minha filha, o Vasco, o Ângelo, foram as minhas relações longas, é amor que fica. Não consigo conceber de outra maneira”, declarou a apresentadora.

COMENTÁRIOS

TRENDING