Segue-nos

Famosos

Inês Herédia deixa apelo após “confusão” entre peregrinos na JMJ: “Menos dedos apontados…”

A atriz mostrou-se “indignada” com o momento em que uma bandeira foi “impedida” nas JMJ…

Publicado

em

Por

Inês Herédia deixa apelo após “confusão” entre peregrinos na JMJ: “Menos dedos apontados…”
Reprodução | Instagram

Uma “confusão” entre peregrinos nas Jornadas Mundiais da Juventude acabou por ficar viral nas redes sociais. Em causa está o momento em que um grupo de peregrinos “obriga” outro a baixar uma bandeira que representa a comunidade ‘transgénero’-

“Estou a representar o meu povo, tal como toda a gente, com a bandeira. Deus ama toda a gente”, confessava o peregrino que abandonou depois o local.

O vídeo, que ficou viral nas redes sociais, foi partilhado por Inês Herédia, que deixou um apelo: “Que esta denúncia que está a circular (e muito bem) não faça ninguém baixar bandeiras”, começa por confessar a atriz.

“O Papa Francisco foi o 1º a abrir as portas do Vaticano a pessoas trans. Basta de uma igreja mais papista que o Papa. Todos são celebrados e convidados, e ninguém deve esconder aquilo que representa, seja um país, uma orientação sexual, uma identidade de género”, prossegue Inês Herédia.

“Mais amor e menos dedos apontados. Ninguém baixa a bandeira”, completou. Veja em baixo:

Inês Herédia deixa apelo após “confusão” entre peregrinos na JMJ: “Menos dedos apontados…”

COMENTÁRIOS

TRENDING