Segue-nos
PUBLICIDADE

Big Brother

Humorista arrasa galas do Big Brother: “Já chega, está a tornar-se desinteressante…”

PUBLICIDADE

O humorista Rúben Branco, que também faz vídeos em que resume as galas do Big Brother, lançou críticas à forma como as galas estão a ser realizadas…

Publicado

em

Por

Rúben Branco/Youtube e Big Brother/TVI

As galas do Big Brother – Duplo Impacto têm dado muito que falar e o curso do programa tem valido várias críticas dos seguidores atentos do programa. Esta terça-feira, dia 2 de março, o humorista Rúben Branco partilhou um vídeo no seu canal de Youtube em que faz um balanço do ponto em que o programa está a atingir.

PUBLICIDADE

Estas análises têm sido regulares no canal do humoristas, que faz todas as semanas um resumo das galas do reality show e tal acontece desde o Big Brother – A Revolução.

Desta vez, e fugindo à regra habitual, Rúben aproveitou para fazer um ponto de situação numa altura em que o “Duplo Impacto” já entrou na sua reta final. E, com isto, lançou críticas à forma como as galas estão a ser realizadas: “Big Brother, não sei o que se está a passar mas já chega… Sou sincero, já chega, já não consigo ver o Big Brother com a mesma emoção…“, afirmou.

As galas tornaram-se quatro blocos de debates de merd*s desinteressantes… Apresentam os BB Plays e, de repente, há todas as semanas. Entendo que seja uma coisa gira, dá uma roupagem interessante, mas chega a um ponto em que já não surpreende. Depois há sempre um começo com alguém que fez alguma coisa e há um fascínio mórbido com o Savate e com a Joana porque são um casal e toda a gente sabe que os reality shows adoram casais“, acrescenta.

Há uma certa afiliação, mas tem de haver um benefício para estares a acompanhar o Big Brother. Todas as semanas aconteceu o mesmo com as mesmas explicações, ao mesmo ritmo… pouco emocionante. E há ainda a questão do tom ser sempre conflito“, prossegue.

PUBLICIDADE

Apesar de tecer elogios à dinâmica dos apresentadores Teresa Guilherme e Cláudio Ramos, o humorista explica que a postura da dupla “não é suficiente

Chega a um ponto em que é difícil levares aquilo a sério. Por exemplo com 40 minutos a falar porque alguém pegou numas pedras!? Acabei de, com toda a certeza, fechar as portas para poder voltar ao Big Brother. Lamento que o caminho do programa seja este, lamento que esteja a chegar a um ponto em que se está a tornar desinteressante, porque isto tem tudo para ser interessante… A partir do momento em que começa a ser pessoas numa casa e vamos pô-las a discutir… Não é um programa divertido, é tão interessante como quando tu paras numa autoestrada a ver um acidente…“, conclui.

Veja o vídeo aqui:

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

TRENDING