Segue-nos

Desporto

Homem voa vários quilómetros sentado numa cadeira, e agarrado a 100 balões

Publicado

em

Numa cena que mais parece tirada directamente do filme da Pixar, “UP, Altamente”, um homem, uma cadeira, e 100 balões de hélio coloridos flutuam 2.5 Km acima do solo.

Tom Morgan voou 15,5 milhas (cerca de 24 quilómetros) na África do Sul na semana passada, alcançando alturas de até 8 mil pés (cerca de 2.5 Km). Uma aventura que ele estava a planear há meses.

Morgan, que dirige a empresa “The Adventurists”, com sede em Bristol, Inglaterra, está a planear criar a primeira competição de balões de hélio.

“Será uma aventura de três dias, de longa distância e flutuante debaixo de balões de festa e sentados numa cadeira … provavelmente a corrida aérea mais assustadora”, descreveu num vídeo postado on-line.

Homem voa vários quilómetros sentado numa cadeira, e agarrado a 100 balões

Mas antes de começar a convidar voadores ansiosos, tiveram que fazer alguns testes.

“Há muito espaço aberto no Botswana. E está no meio de um continente, então, quando o vento sopra, não vamos pousar no mar e morrer”, disse Morgan.

Após várias tentativas falhadas ao longo de algumas semanas, Morgan e sua equipa decidiram mudar-se para Joanesburgo, na África do Sul.

“O problema era encontrar uma boa janela de tempo, e era difícil proteger os balões enquanto eles continuavam a rebentar”, disse Morgan à BBC News.

Homem voa vários quilómetros sentado numa cadeira, e agarrado a 100 balões

Morgan passou dois dias a encher 100 balões antes do vôo “mágico”. Na segunda-feira, 23 de outubro, ele instalou-se na cadeira, cercado de equipamentos de segurança, deu ao seu colega de trabalho um aperto de mão, e lá foi ele.

Morgan admitiu sentir-se “entre aterrorizado e exaltado” quando lentamente levantou no ar.

O vôo acelerou muito rapidamente à medida que os balões flutuavam em direção à camada de inversão da atmosfera – onde a temperatura cai, disse Morgan à BBC News.

“Eu tive que manter a calma e começar gradualmente a cortar os balões”, disse ele. Depois de flutuar durante duas horas, Morgan desceu de volta ao solo.

“Nós não tínhamos certeza de que o Tom voltaria vivo.” disse Matthew Dickens, gerente de eventos para The Adventurists, à CBS News. “Mas sim, ele chegou são e salvo no final”.

Apaixonado por rádio, notícias e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

COMENTÁRIOS

TRENDING