Segue-nos

Famosos

H&M debaixo de fogo, The Weeknd recusa-se a voltar a trabalhar com a marca

A foto e a camisola que fez o cantor “rasgar” o contrato com marca sueca, “Sinto-me profundamente ofendido e não vou trabalhar mais com a H&M”.

Publicado

em

hm_man / instagram

The Weeknd partilhou nas redes sociais a sua indignação, e diz-se profundamente ofendido com a marca de roupa sueca, H&M e garante nunca mais voltar a trabalhar com aquela empresa.

Em causa está a imagem de um menino na página de compras online da marca H&M que aparece vestido com uma camisola que diz “Coolest Monkey in the Jungle”, traduzindo, “O macaco mais fixe da selva”.

O cantor, que na época passada trabalhou com a marca sueca, tendo sido modelo em algumas campanhas publicitárias e trabalhando em parceria com a empresa para a sua marca XO, revelou que se sente chocado e envergonhado, “Esta manhã, acordei chocado e envergonhado por causa desta fotografia. Sinto-me profundamente ofendido e não vou trabalhar mais com a H&M”.

Mas não foi o único a manifestar-se sobre o assunto, outras figuras publicas de diferentes áreas como é o caso de Lebron James, jogador de basquetebol, e o rapper Diddy fizeram questão de manifestar a sua indignação sobre o assunto.

A empresa já reagiu e num comunicado através das redes sociais pede desculpas pelo sucedido “Percebemos que muitas pessoas se sentiram ofendidas com a imagem, e nós que trabalhamos na H&M estamos totalmente de acordo… As nossas mais sinceras desculpas por termos tirado a foto e tê-la usado….”

No comunicado lê-se também que a imagem foi retirada do site assim como a venda da camisola, “como tal, não só retiramos a foto,como a camisola de venda.”, lê-se.

Uma publicação partilhada por H&M (@hm) a

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING