Segue-nos
PUBLICIDADE

Animais

Futebolistas despedidos depois de publicar fotos de maus tratos a um gato

PUBLICIDADE

Publicado

em

David Barrero e Eduín Quero, dois jogadores profissionais do Zulia, uma equipa da primeira divisão da Venezuela, não usarão mais as cores daquele que já foi o seu clube.

PUBLICIDADE

O Zulia FC anunciou ontem, terça-feira, a expulsão dos dois jogadores depois de na semana passada terem publicado no Instagram várias imagens, onde um deles maltratou um gato, e outro tirava as fotografias com o telefone.

A equipa publicou no Twitter uma declaração em que torna pública a expulsão de Barrero, “por violar os regulamentos internos do clube” e realizar “ações que prejudicam os valores fundamentais desta instituição”. O clube revelou ainda que, “apesar dos maus tratos, o animal ainda está vivo”, com conta o El Pais.

Depois de as imagens terem ficado virais, o jogador fechou a sua conta da rede social (@eduinquero), onde  publicou fotos do seu parceiro a atirar um pequeno gato branco ao ar.

Como se fosse uma brincadeira, um dos jogadores aparece nas fotografias a segurar o gato pelo rabo e torso e, finalmente, o gato aparece a voar pelo ar e deitado no chão.

PUBLICIDADE

A associação de protecção animal Asodepa, indignada, publicou um post na mesma rede social. Nele, o grupo chamava a ação dos jogadores de “barbárie”, e incentivava os usuários do Instagram a julgarem o ato.

O clube revelou em comunicado que vai realizar ações junto da Associação de Futebolistas para que os atletas “possam ser avaliados psicologicamente, e que os ajude a redirecionar o seu comportamento”.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING