Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Filomena Cautela sobre a sua carreira na RTP: “Ontem foi o culminar dos meus últimos 4 anos…”

PUBLICIDADE

Filomena Cautela deixa ainda agradecimentos à equipa que trabalhou consigo bem como aos colegas, no que parece ser uma despedida.

Publicado

em

Filomena Cautela / instagram

Filomena Cautela usou hoje a sua página de instagram para, como ela própria escreve, fazer “Uma partilha demasiado íntima”.

PUBLICIDADE

A apresentadora deixou um testemunho sobre os seus últimos quatro anos na RTP, revelando que foram anos de muito trabalho:

“É uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai. Ontem foi o culminar dos meus últimos 4 anos. Anos duros, demasiadamente loucos para se descrever aqui, mas do que importa, desde Janeiro deste ano que não parei um único dia.”

Filomena Cautela faz uma ligeira passagem sobre todos os programas que fez, e confessa-se cansada, demonstrando por isso alguma vontade em parar:

“Do 5 para a meia noite, à tournée do Limbo, ao Festival da Canção, à edição caseira talvez uma das maiores loucuras, eventos mil, dobragens e campanhas insanas, à verdadeira maratona do Milionário, o I love Portugal foi o sprint final de uma corrida sem pausas. Talvez por isso nunca tenha feito tanta patetice e cometido tantas imprecisões como fiz neste programa.”, lê-se.

PUBLICIDADE

A apresentadora deixa ainda agradecimentos à equipa que trabalhou consigo bem como aos colegas, no que parece ser uma despedida.

“Valha me uma equipa da @shineiberia que nunca relaxa e com profissionais tão extraordinários que mesmo na exaustão e no caos nos deixam de sorriso verdadeiro. E valha nos sempre um all mighty @vascopalmeirim.”, escreve.

Filomena termina confirmando que precisa parar para poder ter  tempo para si:

PUBLICIDADE

“Esta #€&! de pandemia ensinou me que é preciso parar para fazer as coisas. As nossas coisas. Apesar de parecer, a vida não pára e o Mundo nunca precisou tanto dos que sabem sentir. E sei que somos muitos. Que saibam os que passam por aqui que leio os vossos comentários e o quão revigorante é perceber que os que fazem questão de deixar sempre uma nota, têm o coração e a cabeça no sítio certo. É a nossa vez de nos organizarmos e com calma pintar o Mundo. Obrigada por estarem desse lado.”

View this post on Instagram

É uma partilha talvez demasiado íntima mas cá vai. Ontem foi o culminar dos meus últimos 4 anos. Anos duros, demasiadamente loucos para se descrever aqui, mas do que importa, desde Janeiro deste ano que não parei um único dia. Do 5 para a meia noite, à tournée do Limbo, ao Festival da Canção, à edição caseira talvez uma das maiores loucuras, eventos mil, dobragens e campanhas insanas, à verdadeira maratona do Milionário, o I love Portugal foi o sprint final de uma corrida sem pausas. Talvez por isso nunca tenha feito tanta patetice e cometido tantas imprecisões como fiz neste programa. Valha me uma equipa da @shineiberia que nunca relaxa e com profissionais tão extraordinários que mesmo na exaustão e no caos nos deixam de sorriso verdadeiro. E valha nos sempre um all mighty @vascopalmeirim Esta #€&! de pandemia ensinou me que é preciso parar para fazer as coisas. As nossas coisas. Apesar de parecer, a vida não pára e o Mundo nunca precisou tanto dos que sabem sentir. E sei que somos muitos. Que saibam os que passam por aqui que leio os vossos comentários e o quão revigorante é perceber que os que fazem questão de deixar sempre uma nota, têm o coração e a cabeça no sítio certo. É a nossa vez de nos organizarmos e com calma pintar o Mundo. Obrigada por estarem desse lado. O I Love Portugal estreia em breve.

A post shared by Filomena Cautela (@filomenacautela) on

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING