Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Filipa Lemos atira sobre colegas de Tony Lemos: “Entristeceu-me que não houvesse uma homenagem…”

PUBLICIDADE

A irmã de Tony Lemos lamentou que muitos artistas, com quem o irmão trabalhou a vida toda e muito ajudou, não o tenham homenageado…

Publicado

em

Por

RTP / SITE

Filipa Lemos esteve esta tarde na RTP no programa de Tânia Ribas de Oliveira, A Nossa Tarde, para apresentar o single do novo trabalho dos ‘Santamaria’ que contou ainda com a  participação do seu falecido irmão, Tony Lemos.

PUBLICIDADE

Em conversa com a apresentadora sobre o momento difícil que a família está a viver, a vocalista da banda revelou muita tristeza pela forma como a classe artística lidou com a morte do irmão.

Filipa Lemos fez questão de deixar recado aos muitos artistas com quem Tony Lemos trabalhou e ajudou a fazer carreira: “O meu irmão era incapaz de dizer que não ao que quer que fosse. O meu irmão fez muitas carreiras de muitos artistas. Uns mais conhecidos que outros, são artistas, não interessa o grau de ascensão que nós temos  na nossa profissão”, começou por explicar.

“E o meu irmão construiu muitas carreiras deu muito do trabalho dele, da inspiração dele e dos conhecimentos dele a outros colegas, porque é assim que nós devemos funcionar, nós devemos partilhar a nossa sabedoria e a mim entristeceu-me fracamente no funeral e no velório do meu irmão,  saber que 90% dessas pessoas não apareceu.”, desabafou ainda.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Santamaria (@santamariapt)

PUBLICIDADE

Filipa reconhece que a altura que o mundo vive não é fácil de gerir, mas não consegue aceitar que grande parte desse artistas não tenham feito essa homenagem ao seu irmão:

Eu sei que há Covid, eu fui uma das pessoas que no funeral do meu irmão cheguei ao México positiva, por ter apanhado Covid cá… mas a mim entristeceu-me muito que não houvesse uma homenagem ao meu irmão nesse … O meu irmão era autor de centenas de musicas nossas e de vários artistas e entristece-me muito que haja uma balança tão desequilibrada. Uns tratam-se cá em cima outros tratam-se, mais ou menos, e esses colegas não apareceram, não estiveram lá, acho que deviam ter feito…”, declarou ainda Filipa Lemos.

Mas a sua ‘revolta’ não passou apenas pela falta de reconhecimento dos artistas. Filipa Lemos deixou também palavras à Sociedade Portuguesa de Autores que não teve, diz, ‘a dignidade’ de fazer um comunicado sobre o falecimento de Tony Lemos, autor de tantas músicas ao longo da sua vida.

PUBLICIDADE

“E aproveito aqui para dizer também que a  Sociedade Portuguesa de Autores não teve sequer a dignidade, e vou dizer esta palavra com toda a expressão e profundeza que ela tem, de emitir um comunicado que fosse a dizer que aquela pessoas que é autor daquela sociedade portuguesa de autores.. ‘O fulano tal desapareceu no dia X ‘ isso é uma coisa que me entristece e eu não me calo… A minha tristeza é , eu estive lá e vi com os meus olhos que, 90% das pessoas com quem ele trabalhou a vida toda não tiveram sequer a dignidade de lá aparecerem”, revelou emocionada.

Podes ver o momento aqui ao minuto 45:00

COMENTÁRIOS

TRENDING